No menu items!
23 C
Rio Branco
quinta-feira, março 4, 2021

Novas denúncias sobre rodeios clandestinos no Acre revelam tentativa de extorsão a prefeito

Últimas

A pequena cidade de Manoel Urbano, no interior do Acre, de uma hora para outra ficou conhecida no mundo inteiro, através das redes sociais, por causa de um vídeo na internet em que um locutor de rodeios, identificado por Big Boy, aparece criticando o prefeito local por não ter dado dinheiro público para a realização do evento.

No vídeo, com quase um milhão e meio de visualizações no Yotube, o locutor tenta colocar a população contra o poder público municipal e ainda desafia a autoridade do prefeito, que teria ameaçado proibir a festa em seu município.

Veja o vídeo abaixo

Ao tomar conhecimento, através de reportagem denúncia do Acjornal, de uma série de irregularidades cometidas pelos organizadores de rodeios clandestinos no interior do Acre, o prefeito Tanísio Sá encorajou- se para esclarecer ao Acjornal o que de fato aconteceu para ter seu nome exposto ao público daquela forma, em Agosto do ano passado.

‘Eles queriam me extorquir e extorquir a prefeitura. Foi isso o que, de fato, aconteceu. Mas como eu não cedi, o locutor usou da má fé para me desmoralizar junto ao meu próprio povo”, diz o prefeito.

Tanisio Sá explicou , ainda, que os organizadores do rodeio chegaram à cidade, em Agosto do ano passado (2019), pedindo ajuda para o evento.

A prefeitura teria cedido o terreno e feito a limpeza do local. Mas o locutor e sua equipe, entre eles uma mulher identificada por Marciana, queriam mais.

“Eles queriam que eu pegasse dinheiro público para pagar hotel deles, restaurante, passagens, cantor, premiação do rodeio, aluguel dos touros e tudo mais. Quando perguntei se a entrada no evento seria de graça, me disseram que iriam cobrar de 15 a 20 Reais o ingresso. Então retirei todo o apoio porque jamais irei usar dinheiro público para custear evento particular de quem vem em nossa cidade só tentar arrecadar dinheiro”, afirmou.

Tanisio Sá ainda teria ameaçado proibir a festa ao tomar conhecimento de que os organizadores não tinham ligação nenhuma com a Federação Acreana de Rodeios e estavam ali sem obedecer os critérios da lei que regulamenta os esportes de montaria no Brasil.

” Quem me conhece sabe que eu não faço nada irregular. Então eles se juntaram a um grupo de comerciantes de oposição à minha gestão e foram para dentro da arena me difamar, afirma o prefeito.

Grupos de empresários, alguns de fora do Estado, auto denominados independentes da Federação de Rodeios do Acre, costumam percorrer o interior promovendo, por conta própria, festas de rodeios. Em muitos casos com patrocínio e apoio das prefeituras.

Na reportagem anterior sobre o tema, o Acjornal mostrou que se tratam de eventos clandestinos por não terem o aval das instituições credenciadas por lei para promoção desse tipo de evento.

A reportagem também retratou o testemunho de um peão que denuncia maus tratos aos animais e exploração dos peões. .

No ano passado o Instituto Médico legal de Rio Branco registrou duas mortes e um incidente gravíssimo ocorridos nesses rodeios.




- Advertisement -

Mais notícias