No menu items!
25 C
Rio Branco
quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Desocupados aterrorizam a população com áudios e imagens falsas sobre possíveis ataques em Rio Branco

Últimas

A Lei 13.834 prevê pena de dois à oito anos de prisão para quem divulgar conteúdos falsos nas redes sociais com intuito de promoção pessoal, degradação da imagem de alguém ou que tenha finalidade eleitorais.No domingo, foi anunciada uma guerra entre facções na Baixada da Sobral, o que não se confirmou. Nesta segunda-feira, foi feito o alerta para um toque de recolher a partir das 19 horas.

Alheios a isso, internautas mal intencionados espalham pânico nas redes sociais. São montagens e memes supostamente confeccionados por adversários políticos.
Depois da chacina ocorrida no KM 58 da Trasacreana, que vitimou 6 pessoas e posteriormente a fuga de 28 detentos do presídio Francisco de Oliveira Conde em Rio Branco, os grupos de whatsapp se transformaram em reduto das fake news.
Pessoas repassam áudios de anos anteriores, editam vídeos, todos com conteúdo amedrontadores e que passam impressão de que não se pode mais nem ir na padaria comprar pão.

A Polícia Civil deveria instalar um grupo de inteligência de combate a essas práticas, pois não deixam de ajudar as organizações criminosas e atrapalhar as ações das polícias.
Quanto aos usuários de mídias sociais, deveriam excluir e até denunciar tais práticas, até porque qualquer cidadão pode fazer sua denúncia em sigilo, pelo número 181.
Estamos enfrentando um momento difícil, as polícias trabalhando para trazer a paz e nós cidadãos, devemos contribuir da melhor maneira possível.




- Advertisement -

Mais notícias