No menu items!
33 C
Rio Branco
terça-feira, outubro 20, 2020

Harpia 1, que se envolveu em acidente com caminhão, começa a ser periciado pela seguradora

Últimas

Data Control: Socorro Neri lidera pesquisa em Rio Branco com 27.2%. Minoru tem 21.1%

A atual prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, está na preferência do eleitorado da capital acreana, segundo pesquisa de opinião pública   O Instituto Data Control...

Advogado e preso com 17 mil munições no Trevo de Senador Guiomard

O advogado Jaime Pontes Vasconcelos de 37 anos foi preso em flagrante pelo crime de porte ilegal de munição. Ele foi flagrado transportando 17...

Ditadura em Cruzeiro do Sul: enfermeira perde Chefia da Saúde da Mulher, que ocupava há 14 anos, por não apoiar o primo do prefeito...

A enfermeira Renata Barbosa usou um perfil de rede social para relatar as razões pelas quais ela foi desligada do cargo de coordenadora do...

Calote anunciado: PSL despeja tudo na campanha de Minoru e os 26 candidatos a vereador ficam sem fundo partidário

Os 26 candidatos a vereadores pelo PSL em Rio Branco não têm como tocar a campanha por falta de fundo partidário. A insatisfação foi...

Mulher assiste filme pornô gay e descobre que um dos atores é o seu marido

Uma mulher, de 26 anos, teve uma surpresa quando escolheu assistir a um filme pornô assim que seu marido foi dormir, nos Estados Unidos. Enquanto escolhia qual...

Três técnicos da empresa de seguros que tem contrato com o governo acreano para cobertura de danos às aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas, (CIOPAE) estão em Rio Branco desde as primeiras horas desta sexta-feira (24) periciando o helicópetero Harpia 1.

O serviço está sendo executado no mesmo local onde no sábado (18) o Harpia 1 se envolveu em acidente com um caminhão. A aeronave tentava decolar da rotatória da BR-364, na saída da capital acreana.

A primeira fase dos trabalhos se concentra na identificação de todas as peças que tenham sido danificadas no acidente. Para isso foi preciso desmontar parte da fuselagem que protege o motor da aeronave e abrir o painel de comandos na cabine dos pilotos.

O segundo passo da pericia será saber se é possível substituir todas as peças danificadas sem comprometer as garantias mecânicas de segurança do Harpia 1, para continuar voando.

Enquanto isso, uma outra equipe da seguradora, que também Já se e contra em Rio Branco, investiga as circunstâncias do acidente.

A intenção é identificar quais procedimentos executados pela tripulação, e se estas condizem com o que rege o contrato da asseguradora para cobertura dos danos sofrido pela aeronave.

O trabalho de campo da perícia deve demorar mais três dias e o resultado só será apresentado em 15 a 30 dias.




- Advertisement -

Mais notícias