No menu items!
23 C
Rio Branco
quinta-feira, março 4, 2021

Eles mataram motorista de APP queimado, incendiaram o veículo e vão a Júri Popular em abril

Últimas

A Justiça marcou para o dia 28 de Abril o julgamento dos acusados pela morte e ocultação do cadáver do motorista de aplicativo Arthur da Silva Melo. Serão julgados pelo conselho de sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri Sávio Jó da Silva, Iara Soares Mendes e Sidney da Silva Lima, pelos os crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Enquanto Kenedy Vidal da Silva vai responder por ocultação de cadáver.
Dos quatro réus, apenas Sávio Jó, acusado de ser o mandante do homicídio, está preso.
O motorista de aplicativo Arthur da Silva Melo, que tinha 26 anos, foi assassinado no dia 29 de Abril de 2018.
Consta na denúncia que a vitima foi atraída para a casa do réu Sávio Jó, localizada na Rua Edmundo Pinto, no Conjunto Oscar Passos.
No local o motorista de aplicativo foi atingido com um tiro na nuca. Depois foi colocado no banco traseiro do carro e, levado para a Estrada do Quixadá.
De acordo com a denúncia, Arthur, ainda estava vivo com os criminosos incendiaram o veículo.
O carro foi encontrado na madrugada do dia seguinte ainda em chamas por moradores da região. Dentro estava o corpo da vítima totalmente carbonizado.
Os acusados foram identificado




- Advertisement -

Mais notícias