No menu items!
28 C
Rio Branco
quarta-feira, fevereiro 24, 2021

No AC, União explica assistência emergencial em RR antes de imigrantes virem a Rio Branco

Últimas

Visando avaliar o fluxo migratório que atinge o Acre, a Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM), recebeu nesta terça-feira, 28, a visita de uma representante do Ministério da Cidadania. Na oportunidade, foi apresentando o projeto desenvolvido pelo governo federal, Operação Acolhida.

A assessora especial para assuntos de migrações, Niusarete Margarida de Lima, apresentou aos presentes a Operação Acolhida, projeto que garante aos migrantes venezuelanos assistência emergencial em Roraima (RR), principal porta de entrada. Desde o início da crise migratória, estima-se que mais de 264 mil venezuelanos entraram e permaneceram no Brasil.

O que estamos trazendo é a importância de um trabalho em rede. Não é só assistência social e direitos humanos que deve trabalhar com essas ações, mas também os órgãos de segurança, educação e saúde devem estar envolvidos”, salientou a assessora, Niusarete Lima.

No Acre, em 2019, mais de 200 migrantes procuraram a secretaria para pedir auxílio. Um diagnóstico será levantado para que o Estado entre na otimização de recursos do governo federal, já que o fluxo migratório é de demanda espontânea, ou seja, os migrantes adentram o estado sem que sejam encaminhados pelo governo nacional.

Da Secom

 




- Advertisement -

Mais notícias