No menu items!
26 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 26, 2020

Brasil ganha site para mulheres casadas que querem trair

Últimas

Jornalista afirma que assessores de Jéssica Sales também espalham Fake news para atacar governador Gladson Cameli

Leandro Altheman, jornalista na região do Juruá, costuma fazer publicações contra o que chama de velha política. O jornalista afirma que as fakenews contra o...

Novos talentos: jornalista promove incentivo e premiação para crianças

A jornalista e apresentadora do canal ARTISTA EM FOCO, no YouTube, Katiussi Melo, organizou uma programação especial nesse mês de outubro, em comemoração ao...

Polícia Federal usará drones para fiscalizar eleições no Acre

A Polícia Federal usará DRONES durante as eleições a fim de auxiliar os policiais na prevenção e repressão de crimes eleitorais. Visando aumentar a segurança...

Além de amantes, prefeito Bira, de Xapuri, paga comissionados fantasmas que fazem Medicina na Bolívia

Além de duas supostas amantes do prefeito Bira Vasconcelos, pelo menos quatro estudantes de Medicina na Bolívia estariam incluídos na lista de funcionários fantasmas. Eles...

No PSL do Acre, candidato com mais potencial recebe mais fundo partidário

Se engana quem pensar que o candidato mais pobre terá maior repasse do fundo partidário para tocar sua campanha. Esse critério passou longe das...

Quando o assunto é traição, os números surpreendem. De acordo com a empresa de pesquisa GlobalWebIndex (GWI), 30% dos homens que usam o Tinder são casados. Do outro lado, há centenas de mulheres que também manifestam a vontade de ter um caso extraconjugal, mas não sabem como fazê-lo sem se expor.

Se esse for o seu caso, acaba de desembarcar no Brasil uma plataforma criada para conectar mulheres a potenciais amantes. Batizado de Eveeda, o serviço é totalmente sigiloso e on-line. A apresentadora Penelope Nova é embaixadora da plataforma, disponível para desktop e em app.

Igualdade

“Já passou da hora de as mulheres estarem em igualdade com os homens em todos os aspectos da vida, principalmente no sexo. O Eveeda não endossa o término do casamento. […] Proporciona uma alternativa mais segura que colegas de trabalho, ex-amantes e demais clichês onde as mulheres que decidiram ter um caso vão procurar parceiros”, anunciou Penelope Nova, em nota.

O serviço é gratuito. O Eveeda funciona da seguinte forma: a cada mulher que faz um cadastro, um novo homem é liberado para participar. A tecnologia foi criada no Reino Unido e, além da Terra da Rainha e do Brasil, está disponível na Austrália, Nova Zelândia, Espanha, Argentina, Chile e México.

 

Fonte: Metrópoles 




- Advertisement -

Mais notícias