No menu items!
24 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 22, 2020

Conheça os matadores do subtenente Amarildo; Forças de segurança do Acre caçam assaltantes

Últimas

 Prefeito petista de Xapuri manda única retroescavadeira para fazenda de amigo e município leva prejuízo de R$ 500 mil

 Uma retroescavadeira avaliada em quase meio milhão de reais, pertencente à Prefeitura de Xapuri, teria ficado inoperante ao cair de uma ponte, dentro de...

Advogado Lázaro Barbosa promete, se eleito, desmontar em 3 meses o esquema das empresas de ônibus em Rio Branco

O candidato a Vereador Lázaro Barbosa, jornalista e advogado, apresentou nas suas redes sociais uma proposta que está repercutindo bastante, destinada a baixar o...

Jarbas Soster reafirma compromisso com servidores públicos de Rio Branco

Na tarde desta quarta-feira, 21, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Jarbas Soster, participou de uma reunião com a diretoria do Sindicato dos...

Caso Jonhliane: Ícaro e Alan viram réus, irão a júri popular e podem pegar até 30 anos cada

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto e o estudante Araújo de Lima passaram da condição de acusados para réus no processo que apura...

Médico diz pra Rocha pedir pra “cagar”, renunciar e largar os privilégios do governo. “Quer enganar a quem”?

O médico Luciano Carioca perdeu a paciência com o vice-governador Major Rocha. Ele se sentiu incomodado com os ataques do militar ao governo e...

As polícias acreanas estão todas mobilizadas para localizarem e prender Douglas Silva Menezes e Diego da Silva, apontados como suspeitos do assassinato do subtenente da Polícia Militar, Amarildo Carneiro da Costa, vítima de tentativa de assalto no portão de casa, no início desta semana.

Douglas tem 19 anos, atende pelo apelido de “lourinho” mora na rua projetada, no bairro montanhês e pertence à facção criminosa Comando Vermelho.

Diego tem 24 anos, reside na rua Manaus, bairro montanhês e íntegra, também a taxação criminosa Comando vermelho, onde é chamado de “Dieguinho”.

Os dois já tem passagem pela justiça pelos crimes de porte ilegal de armas e assalto à mão armada.

Segundo as investigações da Polícia Civil Acreana a dupla teria tentado tomar a arma do policial.

Mas, a vítima teria tentado reagir e acabou sendo alvejada antes de conseguir destravar a pistola para atirar, primeiro, nos bandidos.

Ferido no abdomen, o subtenente Amarildo Caneiro da Costa morreu no pronto Socorro de Rio Branco na madrugada desta quarta- feira.

Os suspeitos do crime fugiram em uma motocicleta e até o início da tarde desta quarta feira ainda não tinham sido presos.

A polícia chegou à identificação dos suspeitos a partir do depoimento de testemunhas e rastreamento telefônico.




- Advertisement -

Mais notícias