No menu items!
24 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 22, 2020

Multidão é esperada para sepultamento de subtenente, às 11h, com honras fúnebres: “4 mil colegas em tristeza absoluta”

Últimas

 Prefeito petista de Xapuri manda única retroescavadeira para fazenda de amigo e município leva prejuízo de R$ 500 mil

 Uma retroescavadeira avaliada em quase meio milhão de reais, pertencente à Prefeitura de Xapuri, teria ficado inoperante ao cair de uma ponte, dentro de...

Advogado Lázaro Barbosa promete, se eleito, desmontar em 3 meses o esquema das empresas de ônibus em Rio Branco

O candidato a Vereador Lázaro Barbosa, jornalista e advogado, apresentou nas suas redes sociais uma proposta que está repercutindo bastante, destinada a baixar o...

Jarbas Soster reafirma compromisso com servidores públicos de Rio Branco

Na tarde desta quarta-feira, 21, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Jarbas Soster, participou de uma reunião com a diretoria do Sindicato dos...

Caso Jonhliane: Ícaro e Alan viram réus, irão a júri popular e podem pegar até 30 anos cada

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto e o estudante Araújo de Lima passaram da condição de acusados para réus no processo que apura...

Médico diz pra Rocha pedir pra “cagar”, renunciar e largar os privilégios do governo. “Quer enganar a quem”?

O médico Luciano Carioca perdeu a paciência com o vice-governador Major Rocha. Ele se sentiu incomodado com os ataques do militar ao governo e...

O sepultamento do subtenente Amarildo Carneiro, previsto para às 11 horas desta quinta-feira no Cemitério São João Batista, terá salva de tiros com intervalo de cinco segundos, de tiro a tiro; o toque da corneta deve silenciar a multidão que acompanhará o enterro. Bandeiras serão hasteadas em respeito à família do oficial morto na UTI, nesta madrugada, em decorrência de ferimentos a bala após tentativa de assalto na noite de segunda-feira.

As honras fúnebres servem a qualquer militar. O protocolo diz que uma guarda de honra se formará em linha, e será feito silencio até a distancia de 200 metros, na chegada do caixão. Neste instante, diz o protocolo, a infantaria dará três tiros, fazendo em seguida a
continência correspondente ao posto do militar (inclusive a musica e os corneteiros e tambores).

As as armas são apontadas ao solo para a descarga das munições.

A força postada para prestar honras funebres é considerada guarda de honra, mas a unica
continência que faz é a de sentido.

O comandante geral da PM, coronel Ulisses Araújo, emitiu nota em qeu diz o seguinte:

“O nosso policial deixa esposa e filha filhos pequenos e que neste momento são assistidos pela Polícia Militar do Acre.
Os autores dessa bárbara ação , frios facínoras, serão encontrados e responderão por esses crimes.
Fica a tristeza, fica a saudade, fica o vazio que jamais será ocupado, mas principalmente fica o exemplo do policial militar que durante toda a sua vida cumpriu seu extremo juramento de servir e proteger a sociedade.
Que Deus misericordioso ajude a aplacar a imensa dor desta família enlutada, bem como a tristeza que hoje fica nos corações dos mais de 4.000 irmãos policiais militares que o nosso irmão de farda deixou na terra . Tristeza absoluta




- Advertisement -

Mais notícias