No menu items!
30 C
Rio Branco
quarta-feira, outubro 21, 2020

Após denúncia do acjornal, médica lançada na folha do estado sem concurso pode ser demitida, informa Sesacre

Últimas

Caso Jonhliane: Ícaro e Alan viram réus, irão a júri popular e podem pegar até 30 anos cada

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto e o estudante Araújo de Lima passaram da condição de acusados para réus no processo que apura...

Médico diz pra Rocha pedir pra “cagar”, renunciar e largar os privilégios do governo. “Quer enganar a quem”?

O médico Luciano Carioca perdeu a paciência com o vice-governador Major Rocha. Ele se sentiu incomodado com os ataques do militar ao governo e...

Coação e constrangimento: Estação Vip penaliza vigilantes e ameaça demitir quem não votar no candidato do coronel Ulisses

Os 250 vigilantes que trabalham na Estação Vip estão intimados a votar no instrutor de tiros Júlio Veras, candidato a vereador da capital. A...

Cruzeiro do Sul: sargento Adonis assume compromisso com taxistas

O candidato pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Sargento Adonis, reuniu-se com taxistas na sede do sindicato, no Bairro da Baixa, na noite desta terça-feira...

Bolsonaro, Ciro Gomes, Dória e Lula apadrinham campanhas Brasil afora, mas nenhum deles vem ao Acre

O Blog do Assem apurou que os candidatos Bocalom (PP), Minoru Kinpara (PSDB) e Roberto Duarte (MDB) tentam em vão o apoio presencial de...

A Secretaria de Saúde do Acre emitiu nota, há pouco, informando estar tomando providências no caso da médica Wanda Andrade, que aparece na folha de servidores ativos como aprovada em processo simplificado sem que seu nome esteja na lista de classificados. O processo seletivo finalizou em novembro e, no mês seguinte, Wanda entrou na folha como médica do Samu.

Ela está em Paris com o namorado, o coordenador do Serviço de Atendimento Médico de Urgência, Pedro pascoal, indicado ao cargo pela deputada federal Wanda Milani. Veja a denúncia completa AQUI, publicada na manhã deste sábado.

Abaixo, a nota assinada pela secretária adjunta da Sesacre, Paula Mariano.  A subsecretária menciona contrato emergencial, contrariando a inscrição “simplificado” na folha de pagamento.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informa que o seu Departamento de Atenção em Saúde está tomando todas as providências necessárias que o caso requer sobre a médica Wanda Andrade de Sousa.

Informa que a profissional foi contratada em regime emergencial e que estará sujeita a sanções administrativas, de acordo com o que for constatado em processo administrativo, podendo, inclusive, ser demitida dos quadros da Sesacre, já que, enfatizando, foi contratada em caráter emergencial.

Rio Branco, AC, 8 de fevereiro de 2020.

Paula Mariano
Secretária-adjunta de Estado de Saúde do Acre




- Advertisement -

Mais notícias