No menu items!
24 C
Rio Branco
quarta-feira, outubro 21, 2020

Diretora do Huerb humilha pessoal da limpeza e é denunciada na polícia: “cão e demônios”

Últimas

Caso Jonhliane: Ícaro e Alan viram réus, irão a júri popular e podem pegar até 30 anos cada

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto e o estudante Araújo de Lima passaram da condição de acusados para réus no processo que apura...

Médico diz pra Rocha pedir pra “cagar”, renunciar e largar os privilégios do governo. “Quer enganar a quem”?

O médico Luciano Carioca perdeu a paciência com o vice-governador Major Rocha. Ele se sentiu incomodado com os ataques do militar ao governo e...

Coação e constrangimento: Estação Vip penaliza vigilantes e ameaça demitir quem não votar no candidato do coronel Ulisses

Os 250 vigilantes que trabalham na Estação Vip estão intimados a votar no instrutor de tiros Júlio Veras, candidato a vereador da capital. A...

Cruzeiro do Sul: sargento Adonis assume compromisso com taxistas

O candidato pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Sargento Adonis, reuniu-se com taxistas na sede do sindicato, no Bairro da Baixa, na noite desta terça-feira...

Bolsonaro, Ciro Gomes, Dória e Lula apadrinham campanhas Brasil afora, mas nenhum deles vem ao Acre

O Blog do Assem apurou que os candidatos Bocalom (PP), Minoru Kinpara (PSDB) e Roberto Duarte (MDB) tentam em vão o apoio presencial de...

Cleuda Queiroz Jarzon, diretora do Setor de Laboratório do Huerb, foi denunciada à polícia por humilhar servidores da limpeza. O Boletim de ocorrência, ao qual a reportagem teve acesso, diz que Cleuda chamou as funcionárias de “cão e demônio”. Em seguida, chutou o balde lixo.

A queixa-crime foi prestada por cinco servidoras. Segundo as vítimas, esta não é a primeira vez que a diretora se exalta, alterando a voz e promovendo xingamentos em público contra servidores de hierarquia inferior. A diretora não teria gostado da mudança de horário da limpeza.

A direção geral do maior hospital do Acre não tomou providências. Cleuda não aparece ao setor de trabalho desde a última quinta-feira.

A diretora e as servidoras que se sentiram ofendidas serão ouvidas nesta segunda-feira pelo delegado da 5ª Regional.

 




- Advertisement -

Mais notícias