No menu items!
33 C
Rio Branco
quarta-feira, outubro 21, 2020

“Cansada de apanhar”, grávida de 7 meses mata o marido com facada no coração

Últimas

Caso Jonhliane: Ícaro e Alan viram réus, irão a júri popular e podem pegar até 30 anos cada

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto e o estudante Araújo de Lima passaram da condição de acusados para réus no processo que apura...

Médico diz pra Rocha pedir pra “cagar”, renunciar e largar os privilégios do governo. “Quer enganar a quem”?

O médico Luciano Carioca perdeu a paciência com o vice-governador Major Rocha. Ele se sentiu incomodado com os ataques do militar ao governo e...

Coação e constrangimento: Estação Vip penaliza vigilantes e ameaça demitir quem não votar no candidato do coronel Ulisses

Os 250 vigilantes que trabalham na Estação Vip estão intimados a votar no instrutor de tiros Júlio Veras, candidato a vereador da capital. A...

Cruzeiro do Sul: sargento Adonis assume compromisso com taxistas

O candidato pela coligação “A Verdadeira Mudança”, Sargento Adonis, reuniu-se com taxistas na sede do sindicato, no Bairro da Baixa, na noite desta terça-feira...

Bolsonaro, Ciro Gomes, Dória e Lula apadrinham campanhas Brasil afora, mas nenhum deles vem ao Acre

O Blog do Assem apurou que os candidatos Bocalom (PP), Minoru Kinpara (PSDB) e Roberto Duarte (MDB) tentam em vão o apoio presencial de...

Uma mulher, de 26 anos, grávida de sete meses foi presa no início da noite desta terça-feira (11) após matar o marido, de 42 anos, com uma facada no coração em uma residência na Rua Barcelona, bairro Novo Horizonte, região Sul da capital de Rondônia. A mulher alega que já estava cansada de apanhar.

As informações são de que o casal se mudou recentemente para a casa, que era alugada. Segundo vizinhos, desde então as brigas eram constantes. Hoje, o casal teria passado o dia em discussão, que foram ouvidas por vizinhos

Já no período da noite, o homem teria agredido a mulher, que revidou com uma facada, que atingiu o coração dele. Uma equipe do Samu esteve presente e constatou o óbito do homem. A mulher foi presa em flagrante por uma equipe da PM.

Segundo apurou a polícia, o homem era natural do Espírito Santo e veio para Porto Velho cursar a faculdade de Engenharia Civil. Ele não era pai de um casal de oito e sete anos da mulher.

Ainda conforme a polícia apurou, o homem que era usuário de drogas desconfiava que o filho que a mulher aguardava não seria dele e por esse motivo as brigas eram constantes.

As informações são do site Rondônia ao vivo




- Advertisement -

Mais notícias