No menu items!
24 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 22, 2020

Conscientização e cuidado: OAB/AC promove campanha ‘Assédio não é Folia’

Últimas

Dez servidores da Aleac são afastados da vida pública em operação da PF por “rachadinha”, contratação de fantasmas e fraude em contratos de publicidade

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (22), a “Operação Res Principis” na capital acreana, Rio Branco, e em Chopinzinho, no interior do Paraná, visando...

PF faz buscas na Assembleia Legislativa do Acre e apreende documentos em empresa terceirizada

A Polícia Federal amanheceu cumprindo ordens judiciais para busca e apreensão em Rio Branco. A empresa Maia e Pimentel é uma das investigadas. A...

 Prefeito petista de Xapuri manda única retroescavadeira para fazenda de amigo e município leva prejuízo de R$ 500 mil

 Uma retroescavadeira avaliada em quase meio milhão de reais, pertencente à Prefeitura de Xapuri, teria ficado inoperante ao cair de uma ponte, dentro de...

Advogado Lázaro Barbosa promete, se eleito, desmontar em 3 meses o esquema das empresas de ônibus em Rio Branco

O candidato a Vereador Lázaro Barbosa, jornalista e advogado, apresentou nas suas redes sociais uma proposta que está repercutindo bastante, destinada a baixar o...

Jarbas Soster reafirma compromisso com servidores públicos de Rio Branco

Na tarde desta quarta-feira, 21, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Jarbas Soster, participou de uma reunião com a diretoria do Sindicato dos...

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) atendeu ao pedido das advogadas e desenvolveu a campanha “Assédio não é Folia”, com o objetivo de levar diversas informações e alertar para medidas preventivas contra o assédio sexual durante a celebração do Carnaval, que este ano vai de 21 a 25 de fevereiro nas cidades acreanas.

Além de pedir para que as mulheres tenham cuidado e denunciem esse crime, a ação tem como foco principal os homens. Eles serão inteirados sobre a Lei de Importunação Sexual (nº 13.718/2018), popularmente conhecida como a Lei do Não é Não; as consequências de tomarem atitudes inapropriadas em relação à mulher e motivados a mudar hábitos machistas do dia a dia.

O projeto é desenvolvido pela Diretoria da Seccional acreana em parceria com as comissões da Mulher Advogada (CMA) e da Jovem Advocacia (CJA). Segundo a vice-presidente da OAB/AC, Marina Belandi, entre as ações realizadas estão a entrega de folhetos informativos para a população em geral, e orientações jurídicas aos cidadãos, além de outras ações.

“Este projeto é desenvolvido com carinho e cuidado por muitas mãos. Além da Diretoria, da Comissão da Mulher Advogada e da Comissão da Jovem Advocacia, essa atividade conta com a participação de todas as conselheiras seccionais e federais que integram a Ordem. É um esforço conjunto para mostrarmos que esse tipo de comportamento é inadmissível”, diz a vice-presidente.

Para a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Isnailda Gondim, a campanha serve como alerta à sociedade. “No período de Carnaval são intensificadas  cenas de beijo roubado ou forçado, passar a mão, encoxar, cantadas invasivas, e tudo isso são exemplos de importunação sexual. São condutas graves que muitas mulheres adquirem estresses pós-traumáticos e doenças como pânico, por isso a importância dessa ação preventiva. A violência contra a mulher é um problema meu, seu e de todos nós”, destacou.

O lançamento oficial da campanha foi realizado nesta terça-feira, 18, na Mais Academia, em Rio Branco. O local foi escolhido devido ao frequente assédio às mulheres em espaços destinados à prática de atividades físicas. Outras ações serão realizadas antes e durante os dias de festa. “O intuito é orientar e conscientizar sobre o respeito que se deve ter com as mulheres. Isso é extremamente importante. Não é não, depois disso tudo é assédio”, finalizou a vice-presidente, Marina Belandi.




- Advertisement -

Mais notícias