Ex-miss acre tem matrícula no curso de medicina rejeitada

A ex-miss Acre Hyalina Farias teve a matrícula no curso de medicina da Universidade Federal do Acre rejeitada. Hyalina tinha conseguido ingressar no curso após ser classificada na segunda chamada do Exame Nacional do Ensino Médio do ano passado na vaga destinada a deficientes físicos.
A ex-miss alegou ter alto problemas de visão (elevado grau de miopia) e ser de baixa renda.
O caso teve grande repercussão e foi destaque ate em sites nacionais.

De acordo com o relatório da UFAC no item 59.2 . Não ficou comprovada a existência de deficiência elegível para a poitiva de ação afirmativa.