Birico quase infarta e Thiago Caetano, agora fora do governo, avisa: “direi tudo que aconteceu nas últimas 24 horas”

O engenheiro Thiago Caetano convocou amigos e parte da imprensa para falar “tudo o que aconteceu” em torno de seu pedido de exoneração.O governador Gladson Cameli lamentou a perda de um dos técnicos mais qualificados de seu governo.

As razões de Thiago ele mesmo dirá, a partir das 10 horas, no Auditório do Sebrae, nesta quinta-feira. O convite foi restrito a um grupo de Whatzapp do qual Caetano é membro.

“Iremos esclarecer tudo que aconteceu nas últimas 24h e trazer luz a Todos, para que decidam seu futuro…
Seria muito importante a participação de TODOS…
Terá que ser nesse horário, por conta que hj e amanhã a tarde estou com outros compromissos… E não quero protelar muito essa reunião… É importante todos saberem da minha boca o que de fato aconteceu…”.

O comissionado Rui Birico se emocionou tanto com a saída do chefe que quase passou mal. Testemunhas disseram que “por muito pouco ele não teve um infarto”. Birico usa as redes sociais para defender a candidatura de Caetano a prefeito da capital pelo PP. “É mito”, chegou a dizer Birico sobvre o ex-patrão.

O governador havia dado prazo até a última sexta-feira para que os pretensos candidatos comunicassem sua saída do governo.

Gladson e Caetano estiveram num mesmo evento, na manhã desta terça. O engenheiro insistiu muito em falar com o governador, mas a agenda apertada de Gladson não permitiu.

O acjornal apurou que Thiago deve disparar em direção à Casa Civil.