Padre acreano pede para Bolsonaro o mesmo castigo de Zacarias: “9 meses mudo”

O padre Mássimo Lombardi estava ligado no pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, na noite desta terça-feira. E não perdeu tempo, em oração, ao pedir que o mandatário falastrão fosse castigado após o vexame em cadeia nacional.

“Senhor, faça com o nosso presidente o que fizeste com Zacarias, que ficou mudo 9 meses. Amém!”, postou em sua página no Facebook.

“Padre, que Deus me perdoe, mas na hora que eu estava assistindo o pronunciamento dele cheguei a desejar isso! Não conseguia acreditar que o líder da nossa nação estava falando aquilo! Perdão, senhor!”, escreveu uma seguidora.

A postagem mereceu dezenas de “amém” e o religioso, até então discreto nas redes sociais, bombou como nunca. E revelou um lado birrento que poucos conheciam.

“O senhor como Padre tem todo o direito de alertar o povo. Porém fazer disso campanha politica. Q tristeza”, atacou uma seguidora, acusando o padre de fazer politicagem.

“Não seja mesquinha, defenda a sua vida”, reagiu Mássimo Lombardi.

A postagem segue inflando na Web com uma maioria absoluta de comentários favoráveis ao padre. Confira no link abaixo

https://www.facebook.com/lommassimo

“Para quem está acusando o Padre Massimo Lombarde de tomar partido. Sim, ele está tomando partido, o partido pela vida. Ou vocês somente são pró-vida quando se trata de fato? Depois de 80 anos pode morrer então? Os grupos de risco não importam mais? A que ponto chegamos, ver pessoas que se dizem cristãos, atacar um padre por defender a vida. Tudo isso em nome de uma ideologia mesquinha, nefasta, eugenista e genocida.”, escreveu um internauta.