No menu items!
33 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 23, 2020

Ex secretario Thiago Caetano quer ser vice de Minoru Kimpara

Últimas

Número de alunos entrando no ensino superior público caiu em 2019

O número de alunos entrando em universidades públicas em 2019 foi de 559 mil, uma queda de 3,7% em comparação à quantidade de estudantes...

STF: plenário vai julgar obrigatoriedade da vacina contra Covid-19

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou urgência na tramitação de ações ligadas à vacinação contra a Covid-19. Com isso, o magistrado...

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac

Após ser acusada pelo Instituto Butantan de retardar a fabricação da vacina da farmacêutica Sinovac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira...

Policiais penais encontram 178 tabletes de droga em embalagens de creme dental

  Material seria encaminhado para oito presos do Complexo Penitenciário de Rio Branco Ascom/Iapen Policiais penais do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) impediram na manhã desta sexta-feira,...

AC obtém licença para estrada entre Feijó e Envira. Gladson avança em tratativas com Governo do Amazonas

Com a licença ambiental em mãos e as obras já em andamento do lado acreano, o governador do Acre, Gladson Cameli, esteve em Manaus...

O ex secretário de governo Thiago Caetano teria se oferecido para disputar as eleicoes municipais como vice do ex reitor da Ufac, Minoru Kimpara. Caetano seguiu no embalo de uma possível aliança do PSDB de Major Rocha com o PL da missionária Antônia Lúcia. Esta composição está em compasso de espera, mas o ex secretário, que não teve o espaço esperado no PP, espera ter seu nome avalizado apostando em consideravel influência que pissui no meio evangélico. O ex secretário não esconde a ansiedade e, diante de alguns amigos próximos, admite haver grandes chances de ser enunciado oficialmente. O último prazo para filiações é nesse sábado. Aliados de Thiago afinam o discurso de campanha, enfatizando a importância dele nos 14 meses como gestor da Infraestrutura no Acre.




- Advertisement -

Mais notícias