Socorro Neri fala da missão institucional de combate ao Covid-19 e a persistente especulação sobre seu futuro político

A prefeita prepara-se para anunciar medidas de amparo aos cidadãos mais vulneráveis em Rio Branco. A atenção é total no enfrentamento à crise gerada pela pandemia de Covid-19 – ação conjunta com o governo do estado que sugere haver algo além de uma relação institucional entre PSB e PP. O progressista indicaria o vice de Neri? Para muitos, aliança improvável, diante da afirmação do governador, lá atrás, de que o seu partido terá candidato na cabeça de chapa. Marfisa Galvão vice de Socorro? Outra possibilidade que é tratada como especulação, por enquanto. E o PT, onde entra nessa aliança? Ou não entra?

São indagações feitas pelo acjornal à prefeita da capital, na manhã deste domingo. E ela, prontamente, respondeu num relato que publicamos abaixo, na íntegra:

 

A função pública que exerço exige colocar os interesses públicos acima de quaisquer outros. É assim que compreendo e é assim que tenho me pautado e conduzido a gestão.

Desde a confirmação dos primeiros casos de Covid-19, em nossa cidade, passei a me dedicar integralmente à gestão dessa pandemia e a articular soluções que possam contribuir para a mitigação das consequências sociais e econômicas, sem descuidar do combate à dengue e da manutenção dos serviços essenciais.

Enquanto perdurar a emergência em saúde pública, esta continuará sendo minha prioridade. Inclusive, na próxima semana, anunciarei medidas de apoio aos cidadãos mais vulneráveis.

Tenho consciência de que, apesar da grave crise que estamos enfrentando, o calendário eleitoral segue e precisa ser considerado, à medida em que dele resultarão escolhas importantes sobre a condução local do pós-pandemia.

Assim, no sábado, encerrou a data-limite para a filiação partidária daqueles que pretendem participar das eleições deste ano e, certamente, a partir de agora se intensificarão as tratativas com vistas à definição de candidaturas e alianças. Isso acontecerá em todos os partidos e no meu, o PSB, não será diferente.

O deputado Jenilson Leite, presidente municipal, conduzirá esse processo com a decência e responsabilidade que o caracterizam. Há o tempo certo para cada decisão e, na medida do possível, como fiz no fechamento da composição da futura chapa de vereadores do PSB, estarei participando, ao lado do Jenilson, do César e dos demais companheiros, desses próximos momentos.