No menu items!
31 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 19, 2020

“Seguimos trabalhando para amenizar a crise provocada pelo Covid-19 no Acre”, diz Nicolau Júnior

Últimas

Lázaro Barbosa, advogado e jornalista, a opção para representar os seus direitos

Lázaro Barbosa tem 47 anos, dos quais 15 dedicados ao jornalismo e 10 dedicados à Advocacia. Na função de jornalista (ocupou função de destaque...

Se depender do apoio de Bolsonaro e Malafaia, Roberto Duarte e Antônia Lúcia já podem calafetar a balsa

É costume candidatos soltarem gravações com celebridades públicas para atrair votos. No caso do candidato a prefeito de Rio Branco pelo MDB, Roberto Duarte,...

Blog do Assem: Correinha na mira da caneta azul

O Correinha continua aprontando e acredita que a caneta azul secou. Talvez a reaproximação do governador e seu vice lhe deixa mais à vontade para...

Em Cruzeiro do Sul, Justiça Eleitoral nega candidatura do humorista “Neto Cabeção”

Francisco das Chagas Rosas Neto (Neto Cabeção), é uma figura bem-humorada e conhecida dos cruzeirenses. Filiado ao PDT, Neto Cabeção tentava uma vaga de...

Sargento Adonis visita povo Katukina e firma compromissos

O candidato pela coligação “A Verdadeira Mudança” (PSL/DEM), Sargento Adonis, visitou no final de semana a Terra Indígena (TI) Campinas, que fica às margens...

Em pronunciamento na sessão online desta terça-feira (8) o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), disse que os parlamentares seguem apresentando e apreciando matérias com o intuito de amenizar a crise provocada pelo Covid-19 no Estado.

Na ordem do dia desta terça-feira, os deputados estaduais aprovaram por unanimidade, o projeto de lei de autoria do Poder Executivo, que autoriza o governo do Estado a contratar operação de crédito com a Caixa Econômica Federal. O pedido que tem o aval da União, dispõe do valor de R$ 510 milhões.

Segundo com a mensagem governamental, a proposta tem por intuito incluir o pagamento de precatórios na operação a ser contratada, pois, considerando o problema econômico do Estado com a alocação de recursos escassos para pagamento dos precatórios, bem como o desafio de equilibrar seu orçamento de forma a contribuir com o desenvolvimento da atividade econômica e a aplicação eficiente dos recursos públicos, a adoção da presente proposta se mostra necessária ao deslinde financeiro.

A mensagem ressalta ainda que o alívio fiscal proporcionado pela operação de crédito permitirá uma maior movimentação na economia com a realização de novos investimentos, especialmente na infraestrutura do Estado.

“Continuamos analisando e votando propostas importantes de autoria do Executivo e dos parlamentares, que visam amenizar a crise que estamos enfrentando devido ao novo coronavírus. Nós precisamos unir forças neste momento, a situação é grave e exige uma atuação firme desta casa”, enfatizou Nicolau Júnior.

Os deputados estaduais provaram ainda, os decretos de calamidade pública por causa do Covid-19 dos municípios de Sena Madureira, Assis Brasil e Mâncio Lima. Com isso, os prefeitos podem fazer os remanejamentos orçamentos que lhes convier para o enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Mircléia Magalhães

Agência Aleac




- Advertisement -

Mais notícias