No menu items!
33 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 23, 2020

Editorial: além do vírus, é preciso conter a ignorância de alguns

Últimas

Número de alunos entrando no ensino superior público caiu em 2019

O número de alunos entrando em universidades públicas em 2019 foi de 559 mil, uma queda de 3,7% em comparação à quantidade de estudantes...

STF: plenário vai julgar obrigatoriedade da vacina contra Covid-19

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou urgência na tramitação de ações ligadas à vacinação contra a Covid-19. Com isso, o magistrado...

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da Coronavac

Após ser acusada pelo Instituto Butantan de retardar a fabricação da vacina da farmacêutica Sinovac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, nesta sexta-feira...

Policiais penais encontram 178 tabletes de droga em embalagens de creme dental

  Material seria encaminhado para oito presos do Complexo Penitenciário de Rio Branco Ascom/Iapen Policiais penais do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) impediram na manhã desta sexta-feira,...

AC obtém licença para estrada entre Feijó e Envira. Gladson avança em tratativas com Governo do Amazonas

Com a licença ambiental em mãos e as obras já em andamento do lado acreano, o governador do Acre, Gladson Cameli, esteve em Manaus...

A disseminação de uma mutação do vírus da gripe que ganhou nome de COVID-19 se espalhou pela China, Europa, Estados Unidos e pelo mundo; chegou ao Brasil e muitos ignorantes confundem com uma sinusite ou gripezinha.

Os números são assustadores e ja se contabiliza mais de 2 milhões de infectados e mais de 100 mil mortos pela pandemia que parou o mundo.

No Brasil, o Ministério da Saúde juntou os últimos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde, que confirmam 20.962 casos de pessoas infectadas, com 1.140 mortes pela doença que sendo politizada por muitos imbecis.

Os cuidados e ações de controle e prevenção vem funcionando bem no Acre, basta ver os números em relação aos demais estados, apesar de não ser fácil conter a ação covarde dos fantasmas da internet – aqueles que usam a carência dos que mais precisam de proteção para pressionar o governo a liberar as pessoas para o risco de contágio.

O governador Gladson Cameli tem se dedicado em implementar ações e tentar amenizar os efeitos da quarentena e do Isolamento social decretado. Os serviços essenciais para população continuam funcionando, com as restrições e cuidados determinados pelo Ministério da Saúde.

Um estado como o Acre, que carece de estrutura hospitalar e tem limitações financeiras, precisa fazer sua parte no período de pico da doença e assim atravessar o período de maiores dificuldades. A isso chamamos de papel institucional.

Ações de renúncias fiscais aos empresários das mais variadas formas foram adotadas; implementação do programa de doação de cestas básicas para famílias de estudantes de baixa renda, dentre outras, estão em curso, mas tem algo que é fundamental para vencer a Pandemia. Estamos falando de disciplina em sociedade.

As regras do decreto estabelecidos pelo governador vem sendo ignoradas por aqueles que acham que a economia se equivale à vida. Esses só estão atrapalhando as políticas de controle e prevenção.

São pessoas que nem sempre são trabalhadores autônomos. Tentam impedir a gestão séria e se prestam a cumprir ordens espúrias, de políticos sujos e covarde. Atentam contra a saúde pública e merecem ser reprimido do nosso meio.

O Acre tem se portado bem e com esforço de todos podemos atravessar esse período de pico, basta cada um fazer sua parte.

É difícil? Sim, mas o mundo paralisou, nada está em atividade; Liga dos Campeões, Fórmula 1, NBA, Campeonatos de Futebol, Olimpíadas cancelada e tantas outras coisas que se renderam ao vírus.

O governo Federal implementou o único plano de ajuda emergencial até aqui a população e isso deve dar uma aliviada nesta sensação de mede que domina a todos.

A campanha de faknews é forte e ainda não se tem controle sobre os meios de mídias alternativas, que possa identificar os autores. Estas informações falsas jogam papel sujo, covarde e atrapalham as boas ações que estão sendo adotadas.

Façamos cada um o nosso papel.

Essa pandemia não será vencida com ignorância, nem desinformação.




- Advertisement -

Mais notícias