No menu items!
27 C
Rio Branco
sexta-feira, dezembro 4, 2020

Mães que são chefes de família passam a ganhar R$ 1.200 de auxílio

Últimas

Nicolau Junior parabeniza Ronald Polanco pela presidência do Tribunal de Contas do Acre

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), em nome da mesa diretora e todos os deputados, parabenizou o novo...

Bocalom, o todo poderoso da vez, não emplaca o Produzir Para Empregar se não quiser

O jornalista Altino Machado e o ex deputado Luiz Calixto lembram o invejável rol de apoiadores de Bocalom, em comentários bem festejarmos na rede...

Ismael Tavares pode ser o novo presidente do Podemos em Rio Branco.

Filiado no PODEMOS-AC, Ismael Tavares é o preterido do Vereador eleito Arnaldo Barros para presidente do diretório municipal do partido em Rio Branco. Ele...

Inimigo da educação: Bolsonaro enfraquece Fundeb e professores ficarão sem reajuste em 2021

A Portaria interministerial 3, do governo Bolsonaro, que altera a gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos...

“ Musa Fitness do crime” volta às redes sociais, cita Deus, vira ré e fica frente a frente com juiz

Presa em flagrante no dia 26 de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas, Ivanna Alencar de Souza, que ficou conhecido como...

As mães que são chefe de família, cadastradas no CadÚnico, que não tinham conta no Banco do Brasil ou na Caixa e possuem registro no aplicativo ou site do governo federal, podem começar a receber as duas cotas (R$ 1.200) de auxílio emergencial a partir desta segunda-feira (13).

O pagamento está oficialmente previsto para a terça-feira (14), mas a Caixa poderá antecipar os depósitos caso terminasse de processar os dados dos beneficiários que receberam na semana passada. PUBLICIDADE

O governo federal também deve liberar o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial aos trabalhadores cadastrados pelo site ou aplicativo e também para aqueles que já eram inscritos no CadÚnico (Cadastro Único), não recebem Bolsa Família e não têm conta no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal. Mais de 3 milhões de pessoas tiveram poupanças digitais abertas pelo banco e vão receber o recurso nesta terça-feira.

Segundo o Ministério da Cidadania, mais de 28 milhões de brasileiros se cadastraram via aplicativo ou site da Caixa.

A estimativa do Governo Federal é de que, ao todo, cerca de 70 milhões de brasileiros sejam beneficiados pelo auxílio de R$ 600. 

Os beneficiários do Bolsa Família vão receber o auxílio de acordo com o calendário do próprio programa. 

Quem tem direito 

O auxílio emergencial se destina a profissionais informais, MEI (microempreendedor individual), autônomos e desempregados que cumpram os seguintes pré-requisitos: 

— Ser maior de idade;

— Não ser beneficiário previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;

— Com renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total [de até três salários mínimos (R$ 3.135);

— Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70. 

Calendário de pagamentos

Quem é inscrito no CadÚnico:

Primeira parcela:

— A partir de 9 de abril para quem tem poupança na Caixa ou Banco do Brasil
— A partir de 14 de abril para quem não tem as contas acima e terá acesso ao benefício via poupança digital da Caixa

Segunda parcela:

— Nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem a partir de 27 de abril
— Nascidos em abril, maio e junho: recebem a partir de 28 de abril
— Nascidos em julho, agosto e setembro: recebem a partir de 29 de abril
— Nascidos em outubro, novembro e dezembro: recebem a partir de 30 de abril

Terceira parcela:

— Nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem a partir de 26 de maio
— Nascidos em abril, maio e junho: recebem a partir de 27 de maio
— Nascidos em julho, agosto e setembro: recebem a partir de 28 de maio
— Nascidos em outubro, novembro e dezembro: recebem a partir de 29 de maio

Quem se cadastrou pelo aplicativo ou site do auxílio emergencial

Primeira parcela:

— A partir de 14 de abril para quem tem conta em bancos (Caixa,  Banco do Brasil e outras instituições financeiras)

Segunda parcela:

— Nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem a partir de 27 de abril
— Nascidos em abril, maio e junho: recebem a partir de 28 de abril
— Nascidos em julho, agosto e setembro: recebem a partir de 29 de abril
— Nascidos em outubro, novembro e

- Advertisement -

Mais notícias