No menu items!
26 C
Rio Branco
sexta-feira, dezembro 4, 2020

“O Isolamento sufoca, mas é necessário. Vai começar a morrer muita gente no Acre”

Últimas

Nicolau Junior parabeniza Ronald Polanco pela presidência do Tribunal de Contas do Acre

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), em nome da mesa diretora e todos os deputados, parabenizou o novo...

Bocalom, o todo poderoso da vez, não emplaca o Produzir Para Empregar se não quiser

O jornalista Altino Machado e o ex deputado Luiz Calixto lembram o invejável rol de apoiadores de Bocalom, em comentários bem festejarmos na rede...

Ismael Tavares pode ser o novo presidente do Podemos em Rio Branco.

Filiado no PODEMOS-AC, Ismael Tavares é o preterido do Vereador eleito Arnaldo Barros para presidente do diretório municipal do partido em Rio Branco. Ele...

Inimigo da educação: Bolsonaro enfraquece Fundeb e professores ficarão sem reajuste em 2021

A Portaria interministerial 3, do governo Bolsonaro, que altera a gestão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos...

“ Musa Fitness do crime” volta às redes sociais, cita Deus, vira ré e fica frente a frente com juiz

Presa em flagrante no dia 26 de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas, Ivanna Alencar de Souza, que ficou conhecido como...

O gerente do laboratório Charles Mérieux, Andreas Stocker fez uma alerta preocupante a população do Acre, sobre a chega do período mais crítico do Coronavírus e afirma: ‘vai começar a morrer muita gente no Acre’.

Andreas Stocker afirmou que as pessoas estão ignorando o risco, talvez pela fadiga do isolamento social, e não se deram conta do real perigo que rondam as suas famílias.

“Chegamos no período mais crítico, daqui para frente os casos aumentarão sem proporções e o sistema de saúde não irá suportar a demanda. Só tem uma alternativa que é ficar em casa e as pessoas não estão levando a sério”, disse.

Vamos ter mortes de pessoas, se preparem para as últimas quatro semanas, que serão o período em que as coisas vão ficar pior, será o período em que as pessoas vão se sentir sufocadas pelo isolamento social e daí irão espalhar a contaminação em massa”, afirmou Andreas.

O médico disse que quem tem que sair de casa para resolver alguma situação, para que use máscara, passe álcool em gel nas mãos e mantenha o distanciamento exigido.

Os funcionários das empresas que estão ainda em atividade, estes precisam ser acompanhados, podem ser propagadores do vírus, sendo alguns assintomáticos.

O gerente do Laboratório fala dos esforços que o governo do estado através da Sesacre faz para aumentar a oferta de testes e assim ajudar a identificar os infectados e com isso reduzir os riscos de proliferação da doença.
Ainda segundo o especialista, certamente temos centenas de infectados espalhados pelo estado, mas por conta da limitação de coleta, ainda não foi possível identificá-los.




- Advertisement -

Mais notícias