No menu items!
26 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 26, 2020

Casos de coronavírus e número de mortes no Brasil em 22 de abril

Últimas

Jornalista afirma que assessores de Jéssica Sales também espalham Fake news para atacar governador Gladson Cameli

Leandro Altheman, jornalista na região do Juruá, costuma fazer publicações contra o que chama de velha política. O jornalista afirma que as fakenews contra o...

Novos talentos: jornalista promove incentivo e premiação para crianças

A jornalista e apresentadora do canal ARTISTA EM FOCO, no YouTube, Katiussi Melo, organizou uma programação especial nesse mês de outubro, em comemoração ao...

Polícia Federal usará drones para fiscalizar eleições no Acre

A Polícia Federal usará DRONES durante as eleições a fim de auxiliar os policiais na prevenção e repressão de crimes eleitorais. Visando aumentar a segurança...

Além de amantes, prefeito Bira, de Xapuri, paga comissionados fantasmas que fazem Medicina na Bolívia

Além de duas supostas amantes do prefeito Bira Vasconcelos, pelo menos quatro estudantes de Medicina na Bolívia estariam incluídos na lista de funcionários fantasmas. Eles...

No PSL do Acre, candidato com mais potencial recebe mais fundo partidário

Se engana quem pensar que o candidato mais pobre terá maior repasse do fundo partidário para tocar sua campanha. Esse critério passou longe das...

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 8h30 desta quarta-feira (22), 43.592 casos confirmados de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, com 2.769 mortes pela Covid-19.

As mortes estão concentradas nos estados de São Paulo (1.093), no Rio de Janeiro (461) e em Pernambuco (260), e crescem em ritmo acelerado: são mais de mil nos últimos sete dias.

Gráfico - Total de mortes até 21 de abril — Foto: Arte/G1

Gráfico – Total de mortes até 21 de abril — Foto: Arte/G1

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde de terça (21) indicava 43.079 casos e 2.741 mortes no país.

Sistema de saúde no limite

Hospitais públicos do RJ estão no limite da capacidade

Hospitais públicos do RJ estão no limite da capacidade

Dados da Associação Brasileira Médica apontam que, em um mês, médicos registraram 3.181 denúncias sobre falta de equipamentos de proteção individual (EPI) no atendimento a pacientes com Covid-19. São Paulo, Rio e Porto Alegre são as cidades com mais registros de reclamações.

No estado do Rio de Janeiro, em quatro semanas, mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) que em todo o ano de 2019, segundo levantamento do G1 com base em dados da Fiocruz. Os dados, segundo especialistas, apontam para a subnotificação dos casos do novo coronavírus.

Em São Paulo, por outro lado, a fila de testes de Covid-19 que aguardam análise caiu de mais de 20 mil na semana passada para 4,1 mil nesta nesta segunda-feira (20), segundo informações do Instituto Butantan.

As unidades de terapia intensiva (UTI) de Manaus já chegavam ao seu limite de atendimento. Por falta de vagas e de pessoal, os hospitais já não conseguem atender todos os pacientes. O governo do estado declarou que o sistema de saúde do Amazonas está entrando em colapso.

  • MAPA EXCLUSIVO: mortes e casos de Covid-19 na sua cidade
  • MUNDO: Reino Unido tem 41 mil mortes por Covid-19
  • GUIA DO HOME OFFICE: mantenha o foco
  • PERGUNTAS E RESPOSTAS: saiba sobre sintomas e cuidados

No Ceará, 100% das vagas de UTI estão ocupadas e o número de leitos também está perto do limite.

Em Pernambuco, segundo o secretário de Saúde do estado, André Longo, 99% dos leitos de UTI da rede pública dedicados aos pacientes infectados pelo novo coronavírus também estão ocupados.




- Advertisement -

Mais notícias