Sesacre errou ao continuar pagando diretor de hospital que pediu exoneração em janeiro

No dia 3 de janeiro, a Secretaria de Saúde do Acre recebeu o pedido de exoneração do então diretor geral do Hospital João Câncio Fernandes, de Sena Madureira.

Um documento assinado pelo próprio diretor chegou às mãos do secretário Alisson Bestene (cópia abaixo).

Neste documento, Jairo Cassiano sugere que o cargo seja ocupado pelo diretor administrativo, Elvis Dany Cunha, como de fato ocorreu.

Jairo, no entanto, permanece na folha de pagamento do estado (confira AQUI).

A hipótese de falha da Sesacre foi admitida pelo próprio secretário, em entrevista ao acjornal, neste domingo.

Jairo Cassiano se dedica em fortalecer os quadros do DEM, partido do qual ele é presidente regional.

O Democratas entende que o seu dirigente agiu corretamente ao pedir para deixar o cargo, já que tinha a missão de cuidar do partido.

O secretário Alisson Bestene assumiu compromisso de informar ao acjornal, nas próximas horas, sobre os erros internos cometidos pela Sesacre.

E prometeu corrigir a distorção.

Os cofres públicos precisam ser ressarcidos.

Quem vai pagar essa conta?