A partir de 15/6, brasileiros serão presos se permanecerem na Bolívia além das 13 horas

O Governo da Bolívia ampliou a sua quarentena até o dia 15 de junho e manteve a restrição quanto a entrada de brasileiros a partir das fonteiras. A decisão foi tomada neste domingo.

O acesso à cidade de Cobija por Brasiléia e Epitaciolândia continua proibido, não importa a razão ou circunstância apresentadas pelos motoristas e pedestres. As forças forças policiais dos dois países fazem patrulhamento.

Segundo decidiram as autoridades bolivianas, os brasileiros que tenham pendências burocráticas deverão resolvê-las somente a partir do dia 16, e com horário para permanecer em território alheio. Ou seja, das 7 às 13 horas, horário local, as repartições públicas ou privadas deverão atender os cidadãos brasileiros, inclusive estudantes. A partir desse horário, quando o comércio deverá fechar, os cidadãos não bolivianos que estiverem do lado de lá serão levados à delegacia, e responderão segundo as leis de lá por desobediência civil.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui