Blog do Assem: Dona Beatriz Cameli deve disputar a Prefeitura de Cruzeiro do Sul

Políticos com mandato, outro sem mandato, empresários influentes…são muito os que fecharam questão para aquilo que, certamente, pode ser o grande fato político nas eleições municipais no Estado do Acre: a candidatura de dona Beatriz Cameli, viúva do governador Orleir Cameli, para prefeita de Cruzeiro do Sul. É a grande sacada do PP saindo do forno.

O governador Gladson Cameli e o presidente da Aleac não estariam, ainda, incluídos nesse grupo pró dona Beth.

É que em Cruzeiro do Sul só haveria unidade em torno dela. Esse mesmo grupo já deixou isso bem claro.

A rejeição ao prefeito Ilderley Cordeiro é terrível. O cara sofreu desgastes políticos, emocionais e morais sem precedentes após as visitas (buscas e apreensões) da Polícia Federal em sua casa, nas repartições pública. Viu sua irmã e principal assessora ser presa, outros gestores sendo encarcerado….e ainda enfrenta processo de cassação que pode lhe tirar do poder antes de dezembro.

Ilderley Cordeiro sabe disse.

Pior: não aceita o seu vice, Zequinha Lima, como o cabeça de chapa.

Vão cair os dois, abraçados.

O vice de dona Beth seria Enrique Afonso, com as bênçãos do senador Sérgio Petecão.

Esta chapa, se formalizada, fará o jogo zerar.

E todos terão que refazer suas estratégias.

Wagner Sales deve desistir do filho, Fagner. Teria que impor a filha, a deputada federal Jéssica Sales, para disputar a prefeitura. É mulher também e haveria um apelo emocional como mote de campanha.

Obviamente, ninguém terá densidade eleitoral ou capacidades outras de bater Beatriz Cameli nas urnas. Ela tem a memória política do marido, tido como um dos homens mais generosos do Juruá e um dos governadores mais altivos.

Beth é requintada, discretíssima, uma mulher encantadora e incrivelmente hábil em lidar com as pessoas.

Aguardemos !

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui