Principais líderes do CV no Juruá, que seriam “resgatados, são transferidos ao presídio de segurança máxima de Rio Branco

As seis principais lideranças do Comando Vermelho que atuam na região do Vale do Juruá foram transferidas para o presidio de segurança máxima Antônio Amaro Alves, em Rio Branco.
A decisão foi tomada após uma tentativa de resgate dessas lideranças, que seria realizada no último domingo, 14, do Presídio Manoel Nery de Cruzeiro do sul.

A transferência do grupo de criminosos ocorreu na quinta-feira, 18, durante uma mega-operação que contou com a participação de cerca de 40 policiais penais, entre eles do Batalhão de Operações Especiais e do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOe).
O comboio de viaturas deixou as dependências do presidio por volta das 5 horas da manhã de quinta-feira. Após percorrer os mais de 600 quilômetros pela Br-364, os detentos foram levados para o presidio Antônio Amaro Alves, onde ficaram no RDD, o Regime Disciplinar Diferenciado.
A fuga de 33 apenados do presídio Manoel Nery de Cruzeiro do Sul seria realizada na madrugada de domingo, 14.
Mas o plano foi frustrado durante uma operação das forças de segurança.
Na ação policial dois criminosos foram presos e cinco armas de fogo apreendidas.
Um policial penal identificado por Gonçalves, que teria ajuda os criminosos com informações, foi preso quando chegava para trabalhar na manhã de quinta-feira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui