Dirigentes do PSL em todo o Acre rejeitam Major Rocha e denunciam “tentativa de golpe” a Luciano Bivar

Terminou no final da tarde desta quarta-feira uma vídeo conferência com os dirigentes do PSL nos 22 municípios do Acre. Por unanimidade, o partido decidiu rejeitar qualquer possibilidade de ter em seus quadros o Major Rocha, vice-governador, que buscou abrigo na legenda em reunião com o presidente nacional, Luciano Bivar (veja AQUI reportagem exclusiva do acjornal).

Tão logo a reportagem foi ao ar, os dirigentes foram convocados para uma reunião remota de emergência. O encontro foi gravado e o inteiro teor da transmissão será encaminhado nesta quinta-feira ao Diretório Nacional do PSL, revelando a opinião de todos contra a investida do militar que é dirigente do PSDB.

Aos poucos, os dirigentes do PSL soltam notas de repúdio, com discurso casado com o presidente regional, Pedro Valério, para quem “há uma tentativa, que não é de hoje, de tomar o partido na marra”.

A advogada Joana D´arc Valente Santana, pré-candidata a prefeita pelo PSL em Plácido de Castro, foi enfática. Leia abaixo a nota emitida por ela:

No PSL do Acre tem uma Pré Candidata Única Mulher Joana D’Arc e quando eu aqui cheguei estavam era saindo do Partido à nível estadual e nacional!
Cheguei chegando e o Partido foi o que mais cresceu depois que iniciamos um Trabalho sério focado na política cidadã com projetos voltados ao Povo do Acre.
Não será um pára-quedista antidemocrático e ambicioso que vai usar a sua vilania política para interferir nas nossas Pré Candidaturas de Prefeitos e Vereadores no estado do Acre não!!
Se você nunca encontrou uma Muralha de Mulheres lideradas por mim…
Se prepare que você vai aprender a Liturgia do fazer política com ética e dignidade à partir de hoje...

Joana D´arc

Nota de esclarecimento

O Diretório Municipal do PSL de Cruzeiro do Sul vem a público rechaçar, veementemente, a tentativa do vice-governador, Major Rocha, de tomar de assalto o nosso partido.

De olho no horário gratuito no Rádio e na TV, o político quer obrigar os nossos filiados a apoiar candidaturas com viés esquerdista, o que colidem frontalmente com o conteúdo programático da nossa legenda.

O que Major Rocha não entendeu é que, hipótese nenhuma, os nossos filiados negociam valores e princípios. Aliás, essa é a própria razão da nossa existência.

Acreditamos nos ideais republicanos, principalmente nos conceitos de democracia, respeito às instituições e convivência pacífica entres os homens.

Todavia, não arredaremos um milímetro até esse político matreiro abdicar desse propósito.

Estamos na linha de frente dessa batalha. Sem recuar, sem cair sem temer.

Juntos, na luta por dias melhores para nossa Cruzeiro do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui