No menu items!
24 C
Rio Branco
domingo, setembro 27, 2020

Blog do Assem: Jorge Viana, a arrogância e a soberba de sempre

Últimas

Prepare-se: preço do arroz vai continuar subindo até março de 2021, diz presidente da Associação dos Supermercados do Acre

O empresário Aden Araújo fez uma previsão sobre os sucessivos reajuste no preço do arroz no Acre, na tarde desta sexta-feira. São projeções nada...

“Vi muitos abusos sexuais em grupos da Ayahuasca”, diz antropóloga

Carlos Minuano Colaboração para o TAB A cientista Bia Labate se diz uma vítima de condições desafiantes no Brasil. A antropóloga brasileira foi morar na Califórnia...

Quem atenta contra as normas de segurança alia-se à Covid no “ataque” à saúde pública e à Nação

Com mais de 105 mil mortes no total, cerca de mil óbitos e 45 mil novos casos por dia, a Covid-19 segue ameaçando de...

Decano do STF, Celso de Mello antecipa aposentadoria para outubro

O ministro Celso de Mello, que tinha aposentadoria agendada para novembro, comunicou à presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) que antecipará a data para...

PF incinera quase meia tonelada de drogas em Cruzeiro do Sul

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul/AC incinerou, ao final da tarde de quinta-feira (23/09/20), quase meia tonelada de drogas. O montante destruído é...

Ao ler a longa entrevista do ex-senador Jorge Viana (PT) concedida ao jornalista Luiz Carlos Moreira Jorge, a impressão que se tem é que o petista não compreendeu o recado recebido das urnas na eleição de 2018.
Ao fazer ataques a gestão de Gladson Cameli e da prefeita Socorro Neri, o petista tenta atrair holofotes para impulsionar a pífia pré-candidatura do deputado Daniel Zen a prefeitura de Rio Branco, que até aqui sequer tem uma aliança montada.
Jorge Viana critica a prefeita de Rio Branco como se ela tivesse a obrigação de tomar a benção aos cardeais petistas e não tivesse personalidade para da cara e identidade a sua gestão, que por sinal vem sendo elogiada por grande parte da sociedade.
Fazer uma avaliação de um ano e seis meses de Gladson Cameli, creditando a ele os problemas, é no mínimo má fé. Jorge esquece que tiveram 20 anos no comando do estado e todas as oportunidades para sanar problemas históricos, nos mais diversos setores.
E, a exemplo de alguns de seus correligionários, não compreendeu que os acreanos decidiram por outro modelo de governar o estado e que o projeto derrotado em 2018 não deixou saudades.
A derrota acachapante de 2018 deveria servir de reflexão e mudança de postura em alguns políticos.

Jorge Viana segue o mesmo: arrogante, prepotente, soberba e achando que o povo tem a obrigação eterna de votar nele e em seu partido.

Seja pragmático.

Honre o seu legado !

 

 




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui