No menu items!
31 C
Rio Branco
quarta-feira, setembro 30, 2020

Segurança pública em alerta após execução do principal líder do B13 no 2º Distrito

Últimas

Menor contratado por empresa de Internet morre eletrocutado na BR 317

Vanderson de Assis, um jovem de 16 anos, morreu eletrocutado no início da tarde desta quarta feira na Comunidade Campi Novo, km 105 da BR...

Presidente Nicolau Júnior anuncia que emendas parlamentares serão liberadas a partir dessa semana

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), informou durante sessão desta quarta-feira (30) que a partir dessa semana já...

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A...

Porto Acre: com início das chuva, produtor rural faz apelo ao governo do estado

O produtor rural e atualmente candidato a vereador pelo município de Porto Acre, Jornalista Salomão Matos (MDB), fez um apelo na tarde desta segunda...

Professor Coelho, coordenador da campanha de Bocalom, nega que Bestene tenha atacado Gladson: “não vi isso”

O professor Coelho, coordenador da campanha de Tião Bocalom, candidato à Prefeitura de Rio Branco, deu um testemunho ao acjornal desmentindo que o deputado...

Nunes Pereira de Assunção, apontado como a principal liderança do Bonde dos 13 na região do 2º Distrito, em Rio Branco, foi executado a tiros no inicio da tarde desta segunda-feira, 29.

O crime aconteceu na Travessa Bueiro, no Bairro Santa Inês. Segundo informações de testemunhas Nunes estava limpando a área de sua casa quando foi surpreendido por criminosos que estavam num HB20 de cor branca.

Dois bandidos desceram do carro e fizeram diversos disparos contra a vítima. Nunes ainda tentou correr, mas morreu na área de casa. Na seqüência os bandidos, que podem ser de uma facção rival, fugiram do local.
O caso será investigado na Delegacia de Homicídios da Polícia Civil. A morte de Nunes deixou as forças de segurança em alerta, porque pode haver retaliações.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui