Demitida a servidora da Sesacre que ganhava salário há 22 anos sem trabalhar, foi conselheira tutelar e acumula cargo de sócio educadora. Ela reage com gargalhadas

A auxiliar de enfermagem Rosângela Oliveira da Silva, lotada nos quadros da Secretaria de Saúde do Acre, foi demitida nesta quarta feira, por ato do governador Gladson Cameli. A servidora está ausente de suas funções, sem qualquer justificativa, desde o dia 1 de julho de 1999 – portanto há 22 anos. Por todo esse tempo, mesmo sem comparecer ao trabalho, Rosângela permaneceu na folha de servidores ativos. Nesse mês de junho de 2020, ela recebeu salário de quase R$ 4 mil como funcionária pública da saúde.

O mais estranho é que Rosângela também aparece na folha do Estado como agente sócio educativa, lotada em Cruzeiro do Sul, recebendo outro salário de R$ 3.9 mil brutos (confira nas imagens acima). Ela já foi chefe do ISE naquele município, por meio de uma nomeação datada de 1999, quando Jorge Viana assumiu o governo, em primeiro mandato.

Um processo por abandono de emprego foi aberto em 2017, no governo Tião Viana, por determinação do então secretário Rui Arruda (Saúde). A ex-secretária Mônica Feres, já no governo Cameli, também instituiu comissão para apurar o caso. Foram cinco anos até que a investigação fosse encerrada e a servidora demitida. os documentos estão acima.

Não bastasse isso, Rosângela foi convocada para assumir as funções de conselheira tutelar, também em 2017, ano em que passou a ser investigada por abandono de emprego. A convocação diz que Rosângela deveria substituir um conselheiro que tirou férias por 30 dias (vaja na galeria de imagens acima).

Gargalhadas e desdém

Rosângela atendeu ao telefonema do acjornal, às 09:31 min desta quarta-feira. Ao ser informada da pauta, ele deu gargalhadas. Veja como foi o diálogo com o repórter:

Rosângela – Eu não trabalho na Saúde

Repórter- Não trabalhava?

Rosângela – Não trabalho na saúde

Repórter – Trabalha no Ise?

Rosângela – Você disse que eu trabalho na Saúde

Repórter – Você foi demitida da Saúde

Rosângela – (mais gargalhadas) – Olha eu vou desligar

Rosângela – Você pretende devolver o que recebeu indevidamente?

A partir desse momento o telefone ficou mudo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui