No menu items!
20 C
Rio Branco
terça-feira, janeiro 19, 2021

Agente que levava droga para presidiários escapa da demissão e da suspensão. Veja qual será o “castigo” dele

Últimas

Uma portaria de 07 de julho deste ano, assinada pelo Presidente do Instituto de Administração Penitenciaria do Estado do Acre decidiu transformar a penalidade de demissão do então agente penitenciário Adalício de Almeida Silva. Ele seria demitido, perdendo a função pública. O Iapen chegou a decidir pela suspensão do servidor por 90 dias.
A decisão consta na edição desta quinta-feira, 9, do diário oficial do Estado do Acre.
A direção do IAPEN, frente a analise do caso, optou ainda por converter a penalidade de suspensão por uma multa no valor de 50% do que o funcionário público recebe ao dia. Ele deve permanecer lotado e trabalhando.

Adalicio de Almeida Silva foi preso durante uma ação da Delegacia de Repressão a Entorpecente, em 10 de Abril de 2018. De acordo com a investigação da Polícia Civil, no momento da abordagem o investigado teria jogado no açude a droga que levava para o presídio.

Cartas foram encontradas com o policial penal. No dia seguinte Adalicio de Almeida foi liberado na audiência de custódia com o uso de tornozeleira eletrônica.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui