Pai e filho falsificavam prontuários públicos e vendiam kit Covid a R$ 43,00 em Rio Branco

Em plena pandemia do novo coronavírus criminosos estão aproveitando a situação para vender medicamentos da rede publica de saúde.
Durante uma ação policial realizada na manhã desta sexta-feira, 10, investigadores da 4ª Regional da Polícia Civil prenderam duas pessoas (pai e filho) que estavam vendendo kits covid-19. O detalhe é que o medicamento negociado pelos acusado era da rede publica de saúde.
De acordo com a investigação conduzida pelo Delegado Pedro Resende, pai e filho falsificavam receitas medicas para pegar remédios nos postos de saúde, principalmente destinados ao tratamento da covid-19.
A dupla tinha furtado um prontuário e clonado carimbos médicos. A partir daí falsificavam prescrições em nomes de terceiros para pegar os medicamentos.

Cada kit covid-19 era vendido ao preço de 43 reais.
Uma aposentada que comprou o medicamento foi quem fez a denúncia a polícia.
A dupla falsificava também cartões do sistema único de saúde, o SUS. Vários cartões foram aprendidos durante a ação policial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui