Governo do Acre decreta luto oficial pela morte de conselheiro do TCE

NOTA DE PESAR

É com profundo pesar que o Governo do Estado do Acre manifesta condolências à familiares e amigos e decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE), José Augusto Araújo de Faria, ocorrido na noite deste domingo (12), no Hospital Santa Juliana, em Rio Branco.

Por sua ética, compromisso e respeito com a legalidade e os princípios da administração pública, José Augusto de Araújo Faria, nos deixa herdeiros do legado de um exímio defensor do direito e da democracia, tendo sido ele um dos primeiros membros da composição do Tribunal de Contas do Estado do Acre, ocorrida no dia 27 de setembro de 1989.

Nomeado juntamente com mais seis conselheiros pelo então governador Flaviano Flávio Baptista de Melo, José Augusto Araújo de Faria, foi eleito, por unanimidade, vice-presidente da Corte, ao lado do presidente Alcides Dutra de Lima, e administraram o TCE/AC até janeiro de 1991.

Como Conselheiro-presidente, em 1996, José Augusto Araújo de Faria, criou um novo Regimento Interno, do Tribunal de Contas do Estado do Acre, dispondo sobre a constituição, estrutura, atribuições, competência e julgamento dos processos, normatizando, assim, a organização da Corte baseada na Constituição do Estado do Acre de 1989.

Digno do reconhecimento de sua luta em defesa da legalidade, moralidade, impessoalidade e eficiência no que tange à missão de um guardião do direto público e do bem comum, José Augusto de Araújo Faria, seguirá como exemplo de homem a ser seguido pelas gerações que reconhecerão sua trajetória através dos nomes de honra escritos pela história do Acre.

Que Deus, em seu infinito amor e misericórdia, console os corações de seus familiares e amigos neste momento de dor e tristeza.

Gladson de Lima Cameli
Governador do Estado do Acre

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui