Mailza abusa do poder que não tem, bota marido (assessor de luxo do governo) em reuniões do partido e Gladson só observa

Empresto a foto publicada pelo colega Luis Carlos Moreira Jorge para fazer uma crítica que considero oportuna.

É abusivo o marido da senadora Mailza Gomes representar a esposa, presidente  estadual do PP, em reuniões políticas que nada tem a ver com a gestão de governo.

O senhor James Gomes é assessor especial do governo, nomeado com salário de R$ 20 mil ao mês para ajudar na governança, aconselhando, assessorando, propondo soluções que melhorem a relação do estado com os cidadãos.

Este cidadão nem expediente dá no Acre.

Mora com a mulher no luxuoso apartamento funcional com tudo pago pelo Senado Federal.

De Brasília, trama interferências espúrias no governo, especialmente na Secretaria de Educação (veja AQUI reportagem exclusiva do acjornal)

Dorme e acorda conjecturando alianças não recomendadas pelo governador, que o mantém no governo sabe-se por quais motivos. Deu emprego à irmã, que foi sua secretária de Saúde no Quinari, manda no núcleo de Educação daquele município e canta de galo puxado na suposta influência política da mulher.

Já que está grávida, por quais razões a senadora não manda outro dirigente para a casa do Petecão (ontem) e para a reunião do partido (que vai acontecer na segunda-feira)?

Não se discute o propósito da agendas, mas os atores que dela participam.

James é dirigente do Progressistas?

NÂO !

Isso prova  que o governador é o tipo do leão de chácara que mais esturra do que propriamente devora aqueles que lhe fazem mal.

Se a caneta não faz tinta, então não reclame das traições e da dor de cabeça causadas por estranhos no ninho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui