No menu items!
20 C
Rio Branco
terça-feira, janeiro 19, 2021

Major Rocha, vice-governador, não manda mais na Segurança Pública do Acre

Últimas

Em resposta a um internauta, o Major Rocha, vice-governador, admitiu que não tem mais qualquer poder de mando sobre a Segurança Pública do Acre. As decisões da pasta estão centralizadas no Gabinete do governador Gladson Cameli.

Rocha não compareceu á posse do novo comandante da Polícia Militar, coronel Paulo César Gomes da Silva, nesta sexta-feira. O secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Cézar, segue em estrita confiança do governador.

“Embora eu não tenha participado dessa decisão, hoje a Segurança Pública está sob a responsabilidade pessoal do Governador”, afirmou.

Rocha assim se dirigiu ao internauta Antônio José:

“Em se tratando mais especificamente do seu questionamento, ou seja, do acordo pelo qual eu iria indicar e coordenar a área da segurança, penso que o governador mudou de ideia. Mesmo não tendo desfeito o acordo, tampouco conversado comigo sobre o assunto, as mudanças que ele fez nessa área (nomeações e exonerações) me fazem crer que ele não quis mais continuar com o que havia sido acordado  e decidiu assumir pessoalmente a condução desse setor“.

O vice-governador havia comentado a nomeação do novo diretor geral de Polícia Civil, Josemar Portes, em substituição ao delegado Henrique Maciel:

“Aproveito para me colocar à disposição do novo Diretor-geral, oportunidade em que felicito o Governador Gladson Cameli pela sua escolha pessoal. Josemar Portes é um quadro qualificado da nossa Polícia Civil, tendo ocupado diversos cargos, inclusive o de subsecretário no governo anterior”.

Assessores do governador informaram ao Blog do Assem que as escolhas são pessoais, e não foram motivadas por supostas divergências pessoais entre Gladson e Rocha.

Rocha finaliza a postagem dizendo que não está incomodado com a perda de espaço no governo:

“Já quero adiantar que não tenho qualquer objeção a essa mudança, por isso, ainda que de forma tácita anuí com a mesma. Também não estou preocupado com possíveis perdas de espaço, não me propus a ajudar a derrotar a Frente Popular por espaços ou sombras, como agora são conhecidas as acomodações políticas. Ainda que tenha alguns poucos espaços, no caso daqueles que indiquei para a área da segurança, não eram filiados a partido algum. Por derradeiro quero informar que no período em que estive à frente da área, com o trabalho de toda uma equipe e o apoio decisivo do Governador Gladson Cameli, conseguimos muitos avanços, com destaque para a redução significativa de crimes, aquisição de viaturas, armamento, fardamento, computadores, reforma de instalações físicas e outras. Sei que ainda resta muito a fazer e espero que essa trajetória de conquistas e avanços continue e até seja fortalecida com a condução sendo feita pessoalmente pelo Governador”.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui