Dirigente do PP que atacou Gladson Cameli pede perdão: “lamento minha fraqueza e descompostura”

O presidente da Executiva Municipal do PP, pastor Reginaldo, emitiu carta, n a tarde desta sexta-feira, pedindo perdão ao governador Gladson Cameli. Há duas semanas, o dirigente teve áudios vazados (publicados com exclusividade pelo acjornal), em que chama Cameli de “menino em corpo de homem e riquinho”, dentre outras críticas. O caso repercutiu muito negativamente para o grupo de senadora Mailza Gomes, presidente da Executiva Regional do Progressistas, membro da mesma igreja de Reginaldo.  A saia justa motivou descontentamento da base. O governador ameaçou deixar o PP e os três deputados da sigla fizeram apelo, em carta aberta, para que Gladson não deixasse o partido. Hoje, a situação é outra. O governador se filiará no PSDB e o PP vive a incerteza do futuro. Leia a carta:

 

Dirijo pedido de perdão ao jovem Gladson Cameli, excelentíssimo Governador do Estado do Acre.

O perdão é uma jóia valiosíssima do tesouro do amor. E é dessa virtude, que humildemente lanço mão, ao apelar que do abundante amor com que Deus enriqueceu o seu coração, me concedas a graça de seu perdão.

Há uma quinzena de dias atrás, foi dado publicidade a um áudio de parte de uma tensa reunião em que eu debatia politicamente com dois dirigentes partidários aqui em Rio Branco.

Lamentavelmente, um dos dirigentes ou ambos, cederam a primitiva fraqueza humana, de ilicitamente gravar uma conversa estritamente privada. Não tratarei disso, pois não é o objeto de minha missiva e tal ato não pesa em meu espírito contra as duas pessoas. Desejo que encontrem o perdão de Deus, pois o meu já os têem, assim como almejo obter o seu caro Governador.

Mas, muitíssimo mais lamentável, foi minha fraqueza e descompostura, em usar termos nada decorosos em referência a um ser humano, com o agravante de se tratar da maior autoridade do nosso Estado. Tal fraqueza não faz parte do meu perfil pessoal. Incidente desconexo do meu modo de vida e ofício. O senhor bem sabe. Perdão, perdão!

Tão logo tomei conhecimento do fatídico incidente, busquei tratar pessoalmente com sua pessoa, esforço reiterado sem sucesso. Acredito que dado a sua extensa e intensa agenda de trabalho.

Dado o insucesso de lhe dar com sua Excelência pessoalmente, me valho desse instrumento na expectativa de que, o mesmo chegue ao seu conhecimento e piedosamente me declares redimido de meu pecado e mal procedimento.

O homem em sua essência é um ser espiritual, portanto, me atenho ao pleito estritamente espiritual. E busco junto a sua pessoa a dádiva espiritual do perdão.

Quanto as questões de menor relevância (política/partido), permanecerei a sua disposição para o diálogo respeitoso e fraterno, como sempre.

Que graça e paz da parte de Cristo, lhe sejam multiplicadas e plenamente manifestas.

Pr Reginaldo Ferreira da Silva

Rio Branco – AC, 31 de Julho de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui