Desembargador nega soltura de Sebastião Fonseca

O ex-diretor presidente do Depasa, Tião Fonseca, preso na última segunda-feira, 3, durante a Operação Toque de Caixa, da Polícia Civil, teve habeas corpus negado, nesta quarta-feira, 4.

O desembargador Pedro Ranzí indeferiu o pedido de liberdade para Tião Fonseca. Ele teve a prisão temporária decretada por 5 dias pelo Juiz da 4ª Vara Criminal de Rio Branco, Cloves Augusto Cabral.
Tião Fonseca é investigado por realizar um pagamento superior a meio milhão de reais à empresa da esposa, a Bucar Engenharia.
Agora a defesa do ex-gestor deve recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui