Na delegacia, Ícaro fica em silêncio e Alan nega racha; BMW não freou para evitar morte

Ícaro Teixeira Pinto, condutor da BMW que atropelou e matou uma mulher de 30 anos, em Rio Branco, nesta quinta-feira, permaneceu o tempo todo calado durante interrogatório na delegacia de polícia. Ele se apresentou acompanhado de um advogado, nesta tarde. Alan Lima, que conduzia o Fusca mais adiante do local do acidente negou conhecer Ícaro. Ambos disseram ao delegado Alex Danny que não participavam de racha na Avenida Antônio da Rocha Viana.

A perecia constatou que o condutor da BMW não acionou o sistema de freios, tanto que o Air Bag não disparou. As conclusões dos peritos batem com imagens do veículo em alta velocidade metros antes de bater na traseira da moto Biz conduzida por Jonhliane Paiva de Souza.

[videopress l1PTmlZg]

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui