No menu items!
27 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 1, 2020

Agricultor morto ao se espetar com facão pediu ajuda a vizinho pela Whatsapp: “estou morrendo, avisa minha filha”

Últimas

Menor contratado por empresa de Internet morre eletrocutado na BR 317

Vanderson de Assis, um jovem de 16 anos, morreu eletrocutado no início da tarde desta quarta feira na Comunidade Campi Novo, km 105 da BR...

Presidente Nicolau Júnior anuncia que emendas parlamentares serão liberadas a partir dessa semana

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), informou durante sessão desta quarta-feira (30) que a partir dessa semana já...

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A...

Porto Acre: com início das chuva, produtor rural faz apelo ao governo do estado

O produtor rural e atualmente candidato a vereador pelo município de Porto Acre, Jornalista Salomão Matos (MDB), fez um apelo na tarde desta segunda...

Professor Coelho, coordenador da campanha de Bocalom, nega que Bestene tenha atacado Gladson: “não vi isso”

O professor Coelho, coordenador da campanha de Tião Bocalom, candidato à Prefeitura de Rio Branco, deu um testemunho ao acjornal desmentindo que o deputado...

Enquanto sangrava muito, pouco antes de morrer, o produtor rural Antônio José da Silva Ribeiro, de 58 anos, ainda teve forças para mandar uma mensagem de voz a um vizinho avisando que havia escorregado e caído sobre a arma. Ele avisou que estava morrendo.

No áudio que o acjornal teve acesso mais não vai publicar a pedido dos familiares da vítima, ouve-se a trêmula de Antônio Ribeiro em seus últimos instantes de vida.

*Eu vinha andando pelo caminho, escorreguei e me estrepei no facão que trazia na mão. Arranquei o terçado do meu peito e agora estou aqui caído no chão sangrando muito com a vista escurecendo e sentindo que vou morrer. Avise minha filha por favor,” relatou

Quando o vizinho visualizou e ouviu a mensagem tratou logo de ligar para Antônio Ribeiro, mas ele já não atendeu. Todos da comunidade passaram a procurar por ele.

O Corpo do agricultor só foi encontrado um dia depois no caminho do roçado. Ele estava com uma estopa nas costas cheia de macaxeira e ao seu lado o facão ainda sujo de sangue.

O laudo cadavérico confirmou que ele sofreu uma forte hemorragia externa na altura do coração causada pela perfuração de arma branca.

No local não foi encontrado indícios de outra pessoa. O corpo da vítima não apresentava marca de ferimento ou hematomas contraditórios à versão dos fatos narrados por ela mesmo na mensagem.

A gravação será entregue à Polícia, ainda nesta semana, para auxiliar na elucidação do caso.

As investigações estão sendo conduzidas pela polícia civil da cidade de  Sena Madureira (AC) onde ocorreu o fato no último final de semana.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui