No menu items!
25 C
Rio Branco
sábado, setembro 26, 2020

Cidades do Juruá já têm desabastecimento por causa da estiagem; quilo do frango sai a R$ 25,00

Últimas

Prepare-se: preço do arroz vai continuar subindo até março de 2021, diz presidente da Associação dos Supermercados do Acre

O empresário Aden Araújo fez uma previsão sobre os sucessivos reajuste no preço do arroz no Acre, na tarde desta sexta-feira. São projeções nada...

“Vi muitos abusos sexuais em grupos da Ayahuasca”, diz antropóloga

Carlos Minuano Colaboração para o TAB A cientista Bia Labate se diz uma vítima de condições desafiantes no Brasil. A antropóloga brasileira foi morar na Califórnia...

Quem atenta contra as normas de segurança alia-se à Covid no “ataque” à saúde pública e à Nação

Com mais de 105 mil mortes no total, cerca de mil óbitos e 45 mil novos casos por dia, a Covid-19 segue ameaçando de...

Decano do STF, Celso de Mello antecipa aposentadoria para outubro

O ministro Celso de Mello, que tinha aposentadoria agendada para novembro, comunicou à presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) que antecipará a data para...

PF incinera quase meia tonelada de drogas em Cruzeiro do Sul

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul/AC incinerou, ao final da tarde de quinta-feira (23/09/20), quase meia tonelada de drogas. O montante destruído é...

Produtos perecíveis e frios congelados já não são mais encontrados com facilidade nas cidades de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo devido à dificuldade que o comércio local está enfrentando para renovar o estoque de mercadoria. Tudo em decorrência da seca do rio Juruá que já não permite o transporte de produtos em grande volume.

O quilo de frango que já não era barato, sofreu aumento de quase 100%, e hoje não se adquire o produto por menos de 25 reais.

Leite de caixinha , iogurte, pão verduras e frutas viraram itens de luxo na cesta básica de, apenas, alguns privilegiados da cidade.

“Além de estar tudo muito caro, tem algumas coisas que mesmo a gente tendo o dinheiro na mão não encontra para comprar” disse uma dona de casa ao serviço de radiodifusão local.

Os comerciantes estão priorizando a renovação, apenas, do estoque de mercadoria com data de validade mais prolongada para não correrem o risco de perda durante o tempo de transporte, que também se tornou mais demorado.

“Antes uma viajem que durava em média 9 horas, hoje demora até dois dias em pequenas embarcações”, disse o comerciante Francisco Gonçalves Mota.

“Esses barcos não oferecem condições de instalações de câmara fria para conservação dos alimentos perecíveis”, completa o comerciante Roberto Nunes.

As cidades de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo são consideradas as mais distantes e isoladas do Estado do Acre por não possuírem ligação terrestres com os demais municípios do Vale do Juruá.

O único meio de transporte na região é o aéreo, com o valor do frete altíssimo, e o fluvial que está comprometido pela estiagem nessa época do ano na Amazônia.

Às 9 horas da manhã desta quinta-feira (13/08) o rio Juruá se encontrava com três metros e noventa centímetros de profundidade – um metro a menos comparado com o mesmo nível em que se encontrava no mesmo período do ano passado.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui