Virou bagunça: vereador afronta TRE, usa velório como desculpa e Cruzeiro do Sul está sem comando. Ilderley apela ao TSE

Clodoaldo adia posse como prefeito de Cruzeiro do Sul, em uma estratégia de aguardar o julgamento do recurso impetrado por Ilderlei Cordeiro junto ao TSE

Sem prefeito, a segunda maior cidade do estado do Acre vive uma atmosférica política nunca vista.

O prefeito Ilderlei Cordeiro e seu vice Zequinha Lima, ambos do PP, foram cassados. O vereador Clodoaldo Rodrigues, que é o presidente da Câmara Municipal e que deveria assumir o restante de mandato, descumpre ordem do Tribunal Regional Eleitoral, e decidiu aguardar o resultado do recurso impetrado no TSE pelo prefeito cassado.

Enquanto isso a cidade está sem mandatário há cinco dias, numa incerteza prejudicial ao andamento de ações que dependem de comando decente.

A posse de Clodoaldo foi marcada para a manhã desta terça-feira (18), em uma sessão que aconteceria na comunidade Vila Santa Rosa, onde reside o vereador.

O ato foi adiado para esta quarta-feira. A justificativa seria o falecimento de uma moradora da comunidade e segundo argumentou o parlamentar “não ficaria legal fazer a sessão em meio ao velório de uma moradora querida por todos”.

Comenta-se que por ser muito alinhado ao prefeito, o vereador Clodoaldo Rodrigues estaria protelando a decisão da Justiça eleitora acreana, que determinou ao mesmo assumir imediatamente o cargo de prefeito. A ideia, segundo apurou o acjornal, seria aguardar até o final desta terça-feira (18), quando o recurso apresentado por Ilderlei ao TSE – Tribunal Superior Eleitoral -, pedindo a revogação da decisão tomada pela corte acreana.
A cidade está administrativamente parada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui