BOTA FORA: delegados investigados em “rachadinha” são exonerados e Major Rocha perde todos os cargos na Segurança Pública do Acre

Ao menos onze comissionados, dentre eles chefes de departamento, foram exonerados nesta sexta-feira, em decretos variados espalhados no Diário Oficial. São pessoas com indicações vinculadas ao vice-governador, Major Rocha, e ao ex-diretor geral de polícia civil, delegado Henrique Maciel, que foi substituído há três semanas, em razão de denúncias de corrupção.

O delegado Odion de Oliveira Monte, que tinha cargo de direção, e José Raimundo Sampaio de Melo, chefe de departamento, ambos supostamente envolvidos em esquema de rachadinha com o ex-chefe da Polícia Civil, também estão fora do governo.

O governo promoveu a nomeação dos substitutos e vem preenchendo as demais vagas gradualmente. O agente Renan Bits, um dos homens de maior confiança do ex-secretário Emylson Farias, assume chefia importando num dos departamentos da Sejusp, com a missão, inclusive, de comandar a apuração das denúncias de corrupção envolvendo os ex-colegas de repartição. Manyra Bras da Gama, advogada, surge como um dos servidores mais respaldados na nova gestão. Ela é dirigente da Escola Superior de Advocacia do Acre (ESA-AC)

As mudanças promovidas estão no Diário Oficial do Estado. Veja AQUI

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui