No menu items!
27 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 1, 2020

Bomba: fazendeiro indicado pelo PSDB, com salário de R$ 7 mil, nunca trabalhou na Secretaria de Produção. Veja quem é

Últimas

Menor contratado por empresa de Internet morre eletrocutado na BR 317

Vanderson de Assis, um jovem de 16 anos, morreu eletrocutado no início da tarde desta quarta feira na Comunidade Campi Novo, km 105 da BR...

Presidente Nicolau Júnior anuncia que emendas parlamentares serão liberadas a partir dessa semana

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), informou durante sessão desta quarta-feira (30) que a partir dessa semana já...

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A...

Porto Acre: com início das chuva, produtor rural faz apelo ao governo do estado

O produtor rural e atualmente candidato a vereador pelo município de Porto Acre, Jornalista Salomão Matos (MDB), fez um apelo na tarde desta segunda...

Professor Coelho, coordenador da campanha de Bocalom, nega que Bestene tenha atacado Gladson: “não vi isso”

O professor Coelho, coordenador da campanha de Tião Bocalom, candidato à Prefeitura de Rio Branco, deu um testemunho ao acjornal desmentindo que o deputado...

Imediatamente após a publicação do acjornal sobre a possível exoneração de todos os indicados da deputada federal Mara Rocha, uma ex-servidora da Sepa se manifestou publicamente, contando mais uma estória de fantasmas na administração pública. A coordenadora de gestão da SEPA em XapuriCelina Gabriela Silva, é quem revela, em uma rede social, as razões  pelas quais ela foi demitida.

O fazendeiro consta na lista de indicações da deputada Mara Rocha que serão demitidos nesta semana.

Abaixo, o inteiro teor das revelações feitas por Celina:

Celina era chefe na Sepa de Xapuri e diz que foi demitida a mando do vice-governador

Caros colegas, venho por meio dessa, esclarecer alguns fatos que ocorreram e culminaram para minha saída da chefia do Escritório Local da SEPA de Xapuri.
1. Existe um servidor, morador de Xapuri, chamado César Zaine, empresário, fazendeiro, que foi indicado pelo PSDB e nomeado com uma cec 7 no ano passado.
2. Quando fizemos o recadastramento em 2019 fui orientada pelo então Diretor de Gestão Interna que não assinasse o recadastramento desse senhor, e orientada pela responsável pelo RH da SEPA que enviasse todos os meses a folha de frequência dele com o ponto cortado, já que o mesmo nunca compareceu ao escritório. E assim eu fiz desde então.
3. Porém, desde dezembro de 2019, o Sr. César Zaine vem recebendo todos os meses os proventos. Em 26/12/2019, no gabinete do Sr. Secretário, ele me perguntou se o César Zaine estava indo trabalhar e eu o informei que não. Então ele estava ciente da situação.
4. Acontece que na noite de quarta-feira, 19/08 recebi da chefe dos escritórios locais (por ordem do secretário), a informação que minha portaria de chefe do escritório local de Xapuri (publicada na segunda-feira, 17/08) seria revogada e que esse senhor, que nunca trabalhou, e sempre recebeu, seria nomeado como novo chefe.
5. Sabemos que existe um acordo que determina cada chefia.
6. Em Xapuri, a chefia é designada pelo PSD.
7. A ordem para que fosse revogada minha portaria e para que o Sr. César Zaine assumisse como chefe do escritório local de Xapuri, partiu da casa civil, mais precisamente, do Vice Governador. Aí eu me pergunto: “eles que tanto criticaram o PT, hoje estão cometendo os mesmos erros. Ou seja, o errado é só quando o PT está no poder?? Votamos nessa neles porque acreditávamos que seria diferente. Mais na verdade, o que mudou foi a sigla partidária.
8. Minha indignação não está em SER ou NÃO chefe, mais estou indignada pelo desrespeito, pela forma que fui comunicada, e principalmente porque o senhor em questão NUNCA compareceu ao ambiente de trabalho e desde dezembro de 2019 recebe os proventos, facilmente comprovados no portal da transparência. Esse cidadão nunca compareceu ao escritório nem quando o secretário veio aqui. Ou seja, entendo com isso, que a corrupção, a improbidade, a desonestidade, compensa. Por a recompensa dele é essa, ser chefe!
9. A maioria de nós recebe uma cec 2, outros cec 1, para realizarmos um trabalho árduo, muitas vezes, somos incompreendidos, cobrados, humilhados, caluniados e, quando somos dispensados, ainda ficamos sabendo quase nove horas da noite, sem o digníssimo secretário se quer se dá o trabalho de conversar conosco.
Para mim, Celina Gabriela da Silva e Silva, tudo isso mostra o quanto esses que estão no poder, que eu e você ajudamos a eleger, não respeita nosso trabalho e o quanto é capaz de cometer injustiças em favor de seus interesses.
Tenho como provar as afirmações sobre esse servidor, que até dia 19/08/2020, quase 21h, era um servidor fantasma.

Sucesso à todos!!!




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui