No menu items!
33 C
Rio Branco
segunda-feira, outubro 26, 2020

Igreja Católica decide retomar as missas presenciais, mas sem a participação de fiés do grupo de risco

Últimas

Suposta amante do prefeito de xapuri que recebe salários sem trabalhar exclui rede social e some do mundo da ostentação

Poucos minutos após a publicação da reportagem do Acjornal, na noite da última sexta-feira, dando conta do andamento de uma investigação secreta da Delegacia...

Debate de uma nota só – Por Socorro Camelo

  O primeiro debate entre os candidatos à prefeitura foi, já à primeira vista, muito didático, em relação aos paradoxos da nossa sociedade. Enquanto as mulheres...

Justiça eleitoral de Cruzeiro do Sul, caça candidatura do vereador Romário Tavares (MDB), um dos mais fortes da chapa de Fagner Sales

Concluindo o 5º mandato de vereador seguidos, Romário Tavares foi enquadrado no crime de improbidade administrativa no período em que esteve como presidente da...

Carreirista, Roberto Duarte não decola e perde tempo atacando Socorro Neri

Depois que a prefeita Socorro Neri (PSB) ultrapassou os adversários na última pesquisa, o nível de ataques de alguns adversários vem aumentando contra a...

Jarbas Soster reúne milhares de apoiadores em arrastão no Calafate e carreata no Centro de Rio Branco

Na manhã deste sábado, 24, o candidato a prefeitura de Rio Branco, Jarbas Soster, reuniu centenas de pessoas em uma caminhada pelo bairro Calafate....

A partir do próximo domingo a igreja Católica no Acre deve retomar as missas presenciais, após quase cinco meses com seus templos fechados ao público devido às medidas de prevenção à covid-19.

O anúncio do retorno das atividades religiosas, feito nesta quarta-feira (02/09)pela diocese de Rio Branco, prevê uma série de restrições aos fies e proíbe que pessoas acima de 60 anos, consideradas pela ciência como do grupo de risco de contágio da doença, frequentem as missas nesse primeiro momento.

O padre Jairo Coelho, porta voz da Diocese de Rio Branco, explicou que os critérios adotados para o retorno das missas presenciais visam a proteção de saúde das próprias pessoas.

“Pessoa acima de 60 anos, que são mais vulneráveis ao contágio da doença estarão sendo orientadas a continuarem assistindo as missas pelas redes sociais por questão de segurança delas mesmas”, explicou.

Outros devem comparecer à igreja com antecedência. A primeira visita deve ser á  secretaria de suas paróquias para confirmarem presença.

Outra alternativa é usar o aplicativo da própria igreja para confirmarem, antecipadamente, presença na missa e evitarem super-lotação, respeitando o decreto de distanciamento social em vigor em todo o Estado.

As igrejas católicas vão abrir suas portas, nesse início de retorno às atividade normais, apenas para 30% de seus fiés, conforme o limite da capacidade de lotação de seus templos.

Será, apenas, uma missa por semana, sempre aos domingos nas igrejas sede das paróquias em cada regional da cidade. As demais igrejas devem permanecerem fechadas aguardando a redução da situação de pandemia que o Brasil vive hoje.

As paróquias que irão celebrar missas presenciais ficam responsáveis, ainda, pela disponibilização de álcool em gel aos seis fiéis e estabelecer o distanciamento de no mínimo dois metros de um para outro dentro dos templos.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui