Juiz manda goleiro Bruno usar tornozeleira eletrônica

O Juiz da Vara de Execuções Penais Hugo Torquato, acatou o pedido do Ministério Público Estadual e determinou que o goleiro Bruno Fernandes do Rio Branco ser monitorado por tornozeleira eletrônica. A decisão saiu na última quinta-feira, 3. Para o promotor Tales Tranin a defesa do jogador pode solicitar da justiça que durante os jogos e treinos o equipamento seja retirado. O promotor disse ainda que Bruno ainda não cumpriu a pena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui