No menu items!
21 C
Rio Branco
sexta-feira, outubro 30, 2020

Tragédia em Sena: queimada ilegal derrubou castanheira que esmagou quatro amigos

Últimas

Thomazini defende reabertura das academias em Rio Branco. “Atividade assistida não impõe riscos”

Candidato a vereador em Rio Branco, Alexandre Thomazini, defende o reenquadramento urgente das academias na classificação de risco Laranja por existir provas científicas concretas...

Pesquisas eleitorais bancadas por institutos crescem em meio a suspeitas de fraudes. Conheça as histórias

Fonte: O Globo Enquanto os olhos do TSE estão voltados para o combate à desinformação, um esquema capaz de influenciar os resultados eleitorais cresce a...

Assembléia Legislativa decreta Ribamar Trindade o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado

A mesa diretora da Aleac, por meio de decreto legislativo, referendou o nome do secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, para o cargo vitalício...

CCJ da Aleac aprova Ribamar Trindade para conselheiro do Tribunal de Contas. Plenário fará última votação

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembléia Legislativa aprovou há pouco o nome do secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, para o...

Pesquisas não refletem o que sentimos nas ruas, diz Jarbas Soster

O empresário Jarbas Soster se disse surpreso com  as pesquisas publicadas nos últimos dias em Rio Branco. O candidato diz confiar muito mais na...

Subiu para quatro o número de mortos em decorrência da queda de uma castanheira, no ultimo sábado, na zona rural do Município de Sena Madureira (AC), a 144 quilômetros de Rio Branco. Narcélio Nascimento de Araújo (33) que tinha sido encaminhado para o pronto socorro da capital acreana em estado gravíssimo não resistiu aos ferimentos.

Ele já havia tido morte cerebral registrada durante a viagem de Sena Madureira para Rio Branco na ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU.
Narcélio Araújo(33) e os amigos Matheus da Silva Matos (17) Lucas da Silva Quenderé (23) e Airton Cabral da Silva (17) morreram esmagados por uma árvore que caiu sobre eles no momento em que ouviam música e assistiam a uma partida de futebol na colônia de um senhor conhecido por João da Onça, no quilômetro 16 do ramal do vinte e cinco, seringal Cassirian.

Outros três adolescentes, parentes e amigos dos quatro mortos, também ficaram feridos e se encontram em observação médica no hospital local.

Relatos de testemunhas dão conta de que o barulho da música que as vítimas ouviam impediu que elas escutassem o ruído da árvore no momento da queda e corressem para se protegerem.

Segundo a equipe do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, a árvore que causou a tragédia estava com o tronco pegando fogo a alguns dias. Mas como as chamas se encontram internamente, os adolescentes não perceberam o risco que estavam correndo ficando ali na sobra dela.

Várias fotografias e vídeos que circulam na internet mostram os corpos dos adolescentes estendidos no chão e o esforço do Corpo de Bombeiros no socorro aos sobreviventes




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui