No menu items!
33 C
Rio Branco
terça-feira, outubro 20, 2020

Blog do Assem: após ação da PF, aliados rifam Fagner Sales e tentam convencer Jéssica Sales a vir para o sacrifício

Últimas

Data Control: Socorro Neri lidera pesquisa em Rio Branco com 27.2%. Minoru tem 21.1%

A atual prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, está na preferência do eleitorado da capital acreana, segundo pesquisa de opinião pública   O Instituto Data Control...

Advogado e preso com 17 mil munições no Trevo de Senador Guiomard

O advogado Jaime Pontes Vasconcelos de 37 anos foi preso em flagrante pelo crime de porte ilegal de munição. Ele foi flagrado transportando 17...

Ditadura em Cruzeiro do Sul: enfermeira perde Chefia da Saúde da Mulher, que ocupava há 14 anos, por não apoiar o primo do prefeito...

A enfermeira Renata Barbosa usou um perfil de rede social para relatar as razões pelas quais ela foi desligada do cargo de coordenadora do...

Calote anunciado: PSL despeja tudo na campanha de Minoru e os 26 candidatos a vereador ficam sem fundo partidário

Os 26 candidatos a vereadores pelo PSL em Rio Branco não têm como tocar a campanha por falta de fundo partidário. A insatisfação foi...

Mulher assiste filme pornô gay e descobre que um dos atores é o seu marido

Uma mulher, de 26 anos, teve uma surpresa quando escolheu assistir a um filme pornô assim que seu marido foi dormir, nos Estados Unidos. Enquanto escolhia qual...

Com Fagner Sales (MDB) na mira da Polícia Federal, aliados já o consideram rifado da disputa em Cruzeiro do Sul. Conversei com alguns dirigentes MDBistas e de partidos aliados. Todos reconhecem ser muito difícil manter a candidatura do filho de Vagner Sales.

“Chegou a hora de colocar o plano B em ação”, disse um MDBista.

Perguntei que plano seria esse, e ele me disse que a saída é convencer a deputada federal Jéssica Sales, irmã de Fagner, a ser a candidata a prefeita.

“A única coisa que nos resta é a Jessica aceitar ser candidata. Ficou quase impossível ir para uma campanha tão acirrada com Fagner depois dessa operação de hoje”, disse.

Um outro dirigente dos que abordei confessou que a operação da PF não brincadeira.

“O próprio Fagner como um dos alvos cria um ambiente ruim diante da opinião pública e isso pode ser usado como trunfo dos adversários de campanha”, entende ele.

Jéssica tem evitado de todas as formas ser candidata a prefeita, pois sabe do risco. Os planos da família Sales são trabalhar voos maiores em 2022, de preferência uma disputa de senado.

Então…

Caso dê errado agora, os planos ficarão mais distante.

Provoquei outro dirigente aliado. Ele argumenta que Jéssica Sales nem cogita a possibilidade de disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul, o que pode deixar MDB e PSDB com um problema grave para resolver, faltando poucos dias para vencer os prazos de convenções partidárias.

Tentei ouvir o presidente Regional do MDB deputado Flaviano Melo, mas até o fechamento desta pauta ele não respondeu às ligações.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui