No menu items!
25 C
Rio Branco
quinta-feira, outubro 1, 2020

Acre cresce em todas as etapas da educação básica e segue em 1º lugar no fundamental no Norte

Últimas

Menor contratado por empresa de Internet morre eletrocutado na BR 317

Vanderson de Assis, um jovem de 16 anos, morreu eletrocutado no início da tarde desta quarta feira na Comunidade Campi Novo, km 105 da BR...

Presidente Nicolau Júnior anuncia que emendas parlamentares serão liberadas a partir dessa semana

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), informou durante sessão desta quarta-feira (30) que a partir dessa semana já...

Presidente do Sindicato das Olarias, ligado à Fieac, é denunciado por esmurrar a sogra

O empresário Márcio Valter Agiolfi, presidente do Sindicato de Olarias do Acre, foi denunciado pela promotora Joana D´Arc Dias Martins, por lesão corporal. A...

Porto Acre: com início das chuva, produtor rural faz apelo ao governo do estado

O produtor rural e atualmente candidato a vereador pelo município de Porto Acre, Jornalista Salomão Matos (MDB), fez um apelo na tarde desta segunda...

Professor Coelho, coordenador da campanha de Bocalom, nega que Bestene tenha atacado Gladson: “não vi isso”

O professor Coelho, coordenador da campanha de Tião Bocalom, candidato à Prefeitura de Rio Branco, deu um testemunho ao acjornal desmentindo que o deputado...
Técnicos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), anunciam os índices do Ideb 2019, nesta terça-feira, 15 Foto: Comunicação/MEC

De 2017 para 2019, o salto do Acre nestas séries iniciais foi de 1,6%. Ainda nesta modalidade, o Índice mostrou, por exemplo, que de um ranking de zero a 7, o estado obteve índice de 6,2, ficando à frente de todos os demais estados da Amazônia Legal. Em segundo lugar vêm o Amazonas e o Tocantins, com 5,8. Rondônia ficou em segundo, com 5,7 e o Pará, na quarta posição com 5,0, seguido do Amapá, na última colocação, com 4,8.

O secretário de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Mauro Sérgio Cruz, recebeu com alegria os resultados, mas ressaltou que o momento ainda é de trabalhar para avançar mais. “Nós trabalhamos sempre para obter a melhor nota. Estamos focando na necessidade de melhorar o Ideb, e isso só nos motiva a trabalhar mais ainda, entendendo que é preciso avançar mais por uma educação de qualidade”, reagiu Cruz.

Secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz: momento é de continuar trabalhando para melhorar os índices Foto: Mardilson Gomes/SEE

Nas séries dos anos finais do fundamental [6º ao 9º ano], o crescimento foi ainda mais significativo. De 2017 para 2019, o índice foi de 2,13%.

Criado em 2017, o Ideb é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O indicador reúne resultados de dois conceitos importantes para a qualidade da educação, que são o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações.

Ensino médio: Acre é o 5º mais bem posicionado do Norte e Nordeste

Nas séries do ensino médio, o Acre teve alta de 2,57%, entre 2017 e 2019. O estado ficou em quinto lugar no Ideb, com um índice de 3,74, dos 16 estados avaliados. O estado ficou atrás do Pernambuco, Ceará, Rondônia e Tocantins, num índice de zero a 4,50.

Denise dos Santos, diretora de Ensino da SEE Foto: Dayana Soares/SEE

Para a diretora de Ensino da SEE, Denise dos Santos, a organização da rede de ensino pública, logo após a fase de transição de governo, aliada à aplicação criteriosa das avaliações diagnósticas, permitiram intervenções pontuais para melhorar o ensino-aprendizagem.

“Contratação de professores e a organização da rede em abril também contribuíram. No entanto, reconhecemos que estamos ainda num processo que precisa melhorar muito mais. Isso é o mais importante”, pontua Santos.

O Acre tem 614 escolas na rede pública e cerca de 150 mil estudantes.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui