No menu items!
22 C
Rio Branco
quarta-feira, outubro 28, 2020

Acre: BB limita cinco atendimento ao dia e candidatos são impedidos de tocar campanha; jornalista reage

Últimas

TSE aprova envio de tropas federais para as eleições no Acre e outros seis estados

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (27), por unanimidade, o envio de tropas federais a sete estados durante o primeiro turno das eleições...

“O êxito na luta contra a pandemia é de vocês”, diz Gladson em emocionante homenagem aos servidores do Pronto-Socorro

Da Secom Com a sensibilidade e a responsabilidade que um gestor deve ter, o governador Gladson Cameli esteve presente na manhã desta terça-feira, 27, no...

Prefeitura de Rio Branco empossa mais 42 servidores efetivos na Educação

A prefeitura de Rio Branco empossou na manhã desta segunda-feira, 26, mais 42 novos servidores efetivos, aprovados em cursos públicos e que reforçarão as...

Primeira dama Ana Paula Cameli processa cabo eleitoral de Fagner Sales por grave ofensa moral; Gladson vai à polícia

A primeira dama Ana Paula Cameli protocolou uma ação indenizatória contra a internauta Jenyffer Nayane Silva, cabo eleitoral do candidato a prefeito de Cruzeiro...

Em nota, Aleac repudia ataques e se solidariza a Gladson e Ana Paula Cameli

Nota de Solidariedade A Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC) vem a público, em nome do presidente Nicolau Júnior, manifestar solidariedade à primeira dama do Estado,...

Candidatos a prefeito e vereador que estão tentando abrir contas bancárias nas agências da capital denunciam que as instituições privadas estão se recusando a fazer o procedimento.

Ate o momento apenas algumas agências do Banco do Brasil em Rio Branco se dispuseram a fazer este tipo de atendimento, embora todos os bancos tenham esta obrigação legal.

O gerente de uma das agências do Banco do Brasil, que falou em condição de anonimato, disse que a recusa dos bancos privados em fazer esse atendimento sobrecarregou a instituição.

” É injusto conosco, estamos funcionando com várias restrição por causa da pandemia, e ainda vem essa sobrecarga, fica muito difícil, porque a demanda de trabalho aumentou muito e não temos mão de obra suficiente”, explica ele.

Por outro lado os candidatos reclamam que o prazo da Justiça Eleitoral  para abrir as contas está correndo e que podem ficar prejudicados se  não conseguirem usar as verbas de campanha.

Um dos prejudicados é o jornalista Rogério Venceslau, candidato a vereador pelo PSL em Rio Branco. Ele buscou a Agência do BB na Avenida Ceará.

“Eu estava na fila e fui informado que apenas cinco pessoas seriam atendidas por dia. Fui atendido, mas vi outros candidatos sendo obrigados a voltar para casa. Eu entendo o lado do banco, mas os candidatos não têm mais prazo. É o maior banco público do país. A gente quer a conta aberta, pois precisamos disso para tocar a campanha”, disse o jornalista.

Os candidatos que querem fazer uso do fundo eleitoral durante a campanha precisam abrir contas bancárias específicas de pessoa jurídica para movimentar a verba. De acordo com a lei, os bancos têm prazo de até 72 horas para abrir as contas após a solicitação.

Cada candidato precisa abrir quatro contas bancárias diferentes, sendo uma para uso de recursos próprios, uma para receber doações, uma para uso do fundo partidário e outra para movimentar o fundo eleitoral.




- Advertisement -

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui