No menu items!
24 C
Rio Branco
segunda-feira, abril 12, 2021

Fake News: milicianos de Kinpara e Bocalom mentem sobre Socorro Neri ter rejeitado Ney Amorim. Ex-deputado coordena campanha da prefeita

spot_img

Últimas

Socorro Neri nem pisou na rua para a campanha propriamente dita.

Despacha como prefeita e não está preocupada com o que acontece lá fora.

Mas tudo tem limites.

E o jogo da baixaria teve início nas primeira horas de domingo para segunda.

Não procede a notícia, plantada em colunas de sites e reproduzida em grupos de Whatsapp, segundo a qual a prefeita teria rejeitado o apoio do ex-presidente da Aleac, Ney Amorim.

Milicianos ligados a Bocalom e Minoru Kinpara, pagos para atacar a prefeita, propagam deboche e disseminam ódio usando o assunto, evidentemente, para desgastar a campanha que nem foi para as ruas.

O site ac24horas entrou na onda da Fake News, publicando charge em que a prefeita dá pé na bunda de Ney.

Nunca é demais lembrar que o vice-governador tem participação societária generosíssima no site notabilizado por chantagear políticos.

Isto é opinião minha.

A própria prefeita se assustou com a Fake News.

“Isso não é verdade. O Ney é meu amigo, e eu jamais dispensaria o seu apoio. Não creio que estejam fazendo isso”, reagiu.

O jornalista Assem Neto falou com Neri na manhã desta terça-feira.

Ela deu a seguinte declaração:

“É exatamente o que estou lhe dizendo: uma FAKE NEWS criada com objetivo claro de causar conflitos.

Não tenho visto interesse da imprensa sobre quem é ou quem não é o coordenador das campanhas dos demais candidatos.

A coordenação da minha campanha está sendo feita por um núcleo de coordenação com o Ney, César Messias, Deda, Tchê, Fernando Melo, Jenilson, Moisés Diniz, Márcio e meu vice Eduardo Ribeiro.

Não há conflito a respeito desse aspecto e de nenhum outro na minha relação com o Ney e com o governador”

 




- Advertisement -spot_img

Mais notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui